Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#42434
Brás Cubas, o defunto-autor de Machado de Assis, diz em suas “Memórias Póstumas” que não teve filhos e não transmitiu a nenhuma criatura o legado de nossa miséria. Talvez hoje ele percebesse acertada sua decisão: a postura de muitos brasileiros frente aos reflexos da revolução tecnológica na sociedade contemporânea é uma das faces mais problemáticas da sociedade hodierna. Essa realidade se deve, sobretudo, a negligência governamental, bem como à alienação do indivíduo.

De início, vale ressaltar que a falta de cuidado governamental fomenta os dilemas de tal revolução no mundo atual. Segundo o Contrato Social — proposto pelo contratualista John Locke — cabe ao Estado fornecer medidas que garantem o bem-estar coletivo. Contudo, isso não é praticado no espaço brasileiro, dado que o Estado não aprovisiona precauções para garantir o bem-estar dos cidadãos de maneira plena. Com isso, é notável que esse princípio prejudica a sociedade hodierna, pois surge uma massa de indivíduos despreocupados em checar a procedência das informações, o que além de evidenciar o contexto de Brás Cubas vai de encontro ao Contrato Social.

Em conjunto, urge analisar o alienamento dos indivíduos frente aos impasses da revolução tecnológica na era contemporânea. De acordo com o livro “Rápido e devagar: duas formas de pensar” do especialista Daniel Kahneman, é comprovado a incisiva influência dos meios de comunicação no julgamento humano. Sob essa ótica, é notável que o advento da internet trouxe inúmeros benefícios para a comunidade atual, mas também, contribuiu com a diminuição do senso crítico do indivíduo e a capacidade de compreender a pluralidade de opiniões acerca do conteúdo visualizado nas redes, situação conhecida na Sociologia como “cognição preguiçosa” – a qual culmina na manipulação do ser.

Logo, medidas são vitais para atenuar os reflexos da revolução tecnológica na sociedade hodierna. Cabe ao Governo Federal, por meio de leis e investimentos, promover políticas públicas que auxiliem o indivíduo a navegar de forma apropriada — como palestras em espaços públicos e distribuições de materiais impressos —, além disso, compete as escolas, desenvolver a clareza dos perigos da “cognição preguiçosa”, mediante aulas voltadas para uma educação social das novas tecnologias, a fim de utilizar o meio virtual para a evolução plena do espaço atual. Assim, poder-se-á concretizar o Contrato Social proposto por John Locke e criar um legado de que Brás Cubas pudesse se orgulhar.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#42571
Contextualização
Apresentação do tema
Tese
Termos coesivos
Tópico Frasal
Dados
Argumentação
Arrematação da Tese
Elementos da proposta de intervenção
Frase de efeito
Comentários

Brás Cubas, o defunto-autor de Machado de Assis, diz em suas “Memórias Póstumas” que não teve filhos e não transmitiu a nenhuma criatura o legado de nossa miséria.( Faltou o termo coesivo!)Talvez hoje ele percebesse acertada sua decisão: a postura de muitos brasileiros frente aos reflexos da revolução tecnológica na sociedade contemporânea é uma das faces mais problemáticas da sociedade hodierna.( Faltou o termo coesivo!) Essa realidade se deve, sobretudo, a negligência governamental, bem como à alienação do indivíduo.( Boa, contextualiza, apresenta o tema e a tese!)

De início, vale ressaltar que a falta de cuidado governamental fomenta os dilemas de tal revolução no mundo atual. Segundo o Contrato Social — proposto pelo contratualista John Locke — cabe ao Estado fornecer medidas que garantem o bem-estar coletivo. Contudo, isso não é praticado no espaço brasileiro, dado que o Estado não aprovisiona precauções para garantir o bem-estar dos cidadãos de maneira plena. Com isso, é notável que esse princípio prejudica a sociedade hodierna, pois surge uma massa de indivíduos despreocupados em checar a procedência das informações, o que além de evidenciar o contexto de Brás Cubas vai de encontro ao Contrato Social.( Nesse desenvolvimento, a ideia que seu último período me passou é ainda de argumentação. Com isso, acredito que sua abordagem tangenciou um pouco o tema. Estamos falando de revoluções tecnológicas e seus impactos na sociedade, logo senti que você não abordou a proposta. Apenas citou em uma parte a informação. Aconsleho extruturar e elaborar melhor seus argumentos. Também faltou arrematar a tese!)

Em conjunto, urge analisar o alienamento dos indivíduos frente aos impasses da revolução tecnológica na era contemporânea. De acordo com o livro “Rápido e devagar: duas formas de pensar”do especialista Daniel Kahneman, é comprovado a incisiva influência dos meios de comunicação no julgamento humano. Sob essa ótica, é notável que o advento da internet trouxe inúmeros benefícios para a comunidade atual, mas também, contribuiu com a diminuição do senso crítico do indivíduo e a capacidade de compreendr a pluralidade de opiniões acerca do conteúdo visualizado nas redes, situação conhecida na Sociologia como “cognição preguiçosa” – a qual culmina na manipulação do ser.( Nesse desenvolvimento, sua argumentação é pertinente e válida. Com isso, faltou apenas arrematar a tese!)

Logo, medidas são vitais para atenuar os reflexos da revolução tecnológica na sociedade hodierna.
( Faltou o termo coesivo!)Cabe ao Governo Federal( Agente), por meio de leis e investimentos( Meio), promover políticas públicas (=(Ação)que auxiliem o indivíduo a navegar de forma apropriada — como palestras em espaços públicos e distribuições de materiais impressos —( Detalhamento), além disso, compete as escolas( Agente), desenvolver a clareza dos perigos da “cognição preguiçosa”( Ação), mediante aulas voltadas para uma educação social das novas tecnologias( Meio), a fim de utilizar o meio virtual para a evolução plena do espaço atual( Finalidade). Assim, poder-se-á concretizar o Contrato Social proposto por John Locke e criar um legado de que Brás Cubas pudesse se orgulhar.( Conclusão incompleta! Na primeira faltou a finalidade e na segunda o detalhamento.Como só se avalia uma proposta, vou pegar a segunda. )

Sua redação é bom, mas carece de aspectos relevantes. Estude argumentação, arrematação da tese, termos coesivos e proposta de interveçã, assim como, compreensão da proposta de texto.
No mais, e só isso!
Espero uma próxima! :)
#42572
GlendaMorais escreveu:Contextualização
Apresentação do tema
Tese
Termos coesivos
Tópico Frasal
Dados
Argumentação
Arrematação da Tese
Elementos da proposta de intervenção
Frase de efeito
Comentários

Brás Cubas, o defunto-autor de Machado de Assis, diz em suas “Memórias Póstumas” que não teve filhos e não transmitiu a nenhuma criatura o legado de nossa miséria.( Faltou o termo coesivo!)Talvez hoje ele percebesse acertada sua decisão: a postura de muitos brasileiros frente aos reflexos da revolução tecnológica na sociedade contemporânea é uma das faces mais problemáticas da sociedade hodierna.( Faltou o termo coesivo!) Essa realidade se deve, sobretudo, a negligência governamental, bem como à alienação do indivíduo.( Boa, contextualiza, apresenta o tema e a tese!)

De início, vale ressaltar que a falta de cuidado governamental fomenta os dilemas de tal revolução no mundo atual. Segundo o Contrato Social — proposto pelo contratualista John Locke — cabe ao Estado fornecer medidas que garantem o bem-estar coletivo. Contudo, isso não é praticado no espaço brasileiro, dado que o Estado não aprovisiona precauções para garantir o bem-estar dos cidadãos de maneira plena. Com isso, é notável que esse princípio prejudica a sociedade hodierna, pois surge uma massa de indivíduos despreocupados em checar a procedência das informações, o que além de evidenciar o contexto de Brás Cubas vai de encontro ao Contrato Social.( Nesse desenvolvimento, a ideia que seu último período me passou é ainda de argumentação. Com isso, acredito que sua abordagem tangenciou um pouco o tema. Estamos falando de revoluções tecnológicas e seus impactos na sociedade, logo senti que você não abordou a proposta. Apenas citou em uma parte a informação. Aconselho extruturar e elaborar melhor seus argumentos. Também faltou arrematar a tese!)

Em conjunto, urge analisar o alienamento dos indivíduos frente aos impasses da revolução tecnológica na era contemporânea. De acordo com o livro “Rápido e devagar: duas formas de pensar”do especialista Daniel Kahneman, é comprovado a incisiva influência dos meios de comunicação no julgamento humano. Sob essa ótica, é notável que o advento da internet trouxe inúmeros benefícios para a comunidade atual, mas também, contribuiu com a diminuição do senso crítico do indivíduo e a capacidade de compreendr a pluralidade de opiniões acerca do conteúdo visualizado nas redes, situação conhecida na Sociologia como “cognição preguiçosa” – a qual culmina na manipulação do ser.( Nesse desenvolvimento, sua argumentação é pertinente e válida. Com isso, faltou apenas arrematar a tese!)

Logo, medidas são vitais para atenuar os reflexos da revolução tecnológica na sociedade hodierna.
( Faltou o termo coesivo!)Cabe ao Governo Federal( Agente), por meio de leis e investimentos( Meio), promover políticas públicas (=(Ação)que auxiliem o indivíduo a navegar de forma apropriada — como palestras em espaços públicos e distribuições de materiais impressos —( Detalhamento), além disso, compete as escolas( Agente), desenvolver a clareza dos perigos da “cognição preguiçosa”( Ação), mediante aulas voltadas para uma educação social das novas tecnologias( Meio), a fim de utilizar o meio virtual para a evolução plena do espaço atual( Finalidade). Assim, poder-se-á concretizar o Contrato Social proposto por John Locke e criar um legado de que Brás Cubas pudesse se orgulhar.( Conclusão incompleta! Na primeira faltou a finalidade e na segunda o detalhamento.Como só se avalia uma proposta, vou pegar a segunda. )

Sua redação é bom, mas carece de aspectos relevantes. Estude argumentação, arrematação da tese, termos coesivos e proposta de interveçã, assim como, compreensão da proposta de texto.
No mais, e só isso!
Espero uma próxima! :)
Sua nota ficou 800!

C1 > 200
C2 > 160
C3 > 140
C4 >140
C5 > 160

Espero ter ajudado! ;)
#43939
@Leidiane102, a Glenda já fez uma correção boa, então não tenho muito a acrescentar. Porém te devo uma correção! :lol:

CORREÇÃO:

Erros
Correção dos erros
Comentários
Os 5 elementos
Outras observações

Introdução
Brás Cubas, o defunto-autor de Machado de Assis, diz afirma em suas “Memórias Póstumas” que não teve filhos e não transmitiu a nenhuma criatura o legado de nossa sua miséria. Talvez hoje ele percebesse acertada sua decisão: a postura de muitos brasileiros frente aos reflexos da revolução tecnológica na sociedade contemporânea é como uma das faces mais problemáticas da sociedade hodierna. Essa realidade se deve, sobretudo, a negligência governamental, bem como à alienação do indivíduo.
Boa introdução, possui todos os requisitos necessários!

Desenvolvimento 1
De início, vale ressaltar que a falta de cuidado governamental fomenta os dilemas de tal revolução no mundo atual. Segundo o Contrato Social — proposto pelo contratualista John Locke — cabe ao Estado fornecer medidas que garantem o bem-estar coletivo. Contudo, isso não é praticado no espaço brasileiro, dado que o Estado não aprovisiona precauções para garantir o bem-estar dos cidadãos de maneira plena. Com isso, é notável que esse princípio prejudica a sociedade hodierna, pois surge uma massa de indivíduos despreocupados em checar a procedência das informações, o que além de evidenciar o contexto de Brás Cubas vai de encontro ao Contrato Social.
Bom desenvolvimento, bem argumentativo, organizado, bem contextualizado e faz bom uso de conectivos!

Desenvolvimento 2
Em conjunto, urge analisar o alienamento dos indivíduos frente aos impasses da revolução tecnológica na era contemporânea. De acordo com o livro “Rápido e devagar: duas formas de pensar” do especialista Daniel Kahneman, é comprovado a incisiva influência dos meios de comunicação no julgamento humano. Sob essa ótica, é notável que o advento da internet trouxe inúmeros benefícios para a comunidade atual, mas também, contribuiu com a diminuição do senso crítico do indivíduo e a capacidade de compreender a pluralidade de opiniões acerca do conteúdo visualizado nas redes, situação conhecida na Sociologia como “cognição preguiçosa” – a qual culmina na manipulação do ser.
Gostei bastante também, não vejo problemas aparentes!

Conclusão
Logo, medidas são vitais para atenuar os reflexos da revolução tecnológica na sociedade hodierna. Cabe ao Governo Federal (agente), por meio de leis e investimentos (meio/modo), promover políticas públicas que auxiliem o indivíduo a navegar de forma apropriada (ação)— como palestras em espaços públicos e distribuições de materiais impressos (detalhamento) —, além disso, compete as escolas (agente), desenvolver a clareza dos perigos da “cognição preguiçosa” (ação), mediante aulas voltadas para uma educação social das novas tecnologias (meio/modo), a fim de utilizar o meio virtual para a evolução plena do espaço atual (efeito/finalidade). Assim, poder-se-á concretizar o Contrato Social proposto por John Locke e criar um legado de que Brás Cubas pudesse se orgulhar.
Ambas propostas faltam um elemento!

Seu texto está bom, mas tome cuidado com a C1 (desvios) e C5 (proposta incompleta). A meu ver, você necessita melhorar principalmente nessas. Bons estudos!

Contextualização Apresenta&ccedi[…]

Aprovado no ano de 1948, a Declaraçã[…]

Aprovado no ano de 1948, a declaraçã[…]

No filme “O mentiroso”, um advogado in[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM