• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#67239
A Constituição Federal de 1988, no artigo 5º, afirma que todos os cidadãos são iguais perante a lei. Todavia, mesmo com a vigência deste artigo, vale ressaltar a exorbitante desigualdade social presente no Brasil, uma vez que a fome tem se perdurado na vida de muitos brasileiros. À vista disso, com a má administração do dinheiro público e a falta de oportunidade às pessoas mais carentes, fazem-se necessárias medidas para atenuar o impasse supracitado.
//
Primeiramente, é certo que o óbice em questão tem como uma de suas principais causas a má operação do dinheiro público. Segundo o IBGE, apenas 10% da população tupiniquim tem acesso ao capital do país, o que, em um território com mais de 200 milhões de habitantes, torna-se desproporcional, deixando explícito a falta de organização econômica para investir em um bem-estar alimentício aos desfavorecidos, bem como a despreocupação em erradicar o revés mor na pátria, a fome. Por certo, essa adversidade carece de uma deliberação.
//
Outrossim, a ausência de oportunidade no meio trabalhista é uma grande catalisadora para a problemática. Anteriormente, durante a colonização das terras brasileiras, classes sociais começaram a existir, tendo como um de seus métodos de classificação, a condição financeira e, logo depois, foi se desenvolvendo uma aversão, que subsiste até hoje, aos grupos mais pobres. Nesse ínterim, essa aversão dificulta o processo de inserção dessa parcela populacional no mercado de trabalho, graças ao preconceito estruturado, contribuindo para o contínuo avanço da fome no Brasil. Isto posto, é incabível que este caso exista em pleno século XXI.
//
Destarte, os entraves que dão continuidade à fome no país, requerem uma elucidação. Portanto, cabe ao Poder Executivo, juntamente com o MEC, - por meio de mídias sociais como o Instagram, Youtube e Facebook -, elaborar campanhas de incentivo a criação de ONG’s para a oferta de empregos em todo território nacional, aos que sofrem de desnutrição, a fim de extinguir esse mal da vida da população, promovendo uma qualidade de existência através da remuneração vinda do trabalho prestado e assegurando a Constituição.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 192

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 188

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 192

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#67241
Oi, lindos e lindas. Será que alguém teria a proeza de dar uma bizoiada/analisada no meu texto?
Agradeço desde já! <3

@Felipe082; @jherodrigues; @eurodrigo; @Dante; @wagner123; @chihirukiki; @tuliofn.
#67270
Oiiii @vitoriaca! Claro, assim que possível eu mando uma análise para o seu texto. Só não sei se vai ficar no seu nível de correção, mas irei tentar rs 😬
#67332
@cassiahso, se você puder dar uma olhadinha também... ficarei muito feliz!
#67335
Oie :D :mrgreen:
Irei tentar apontar o máximo de observações que eu conseguir, contudo, não se sinta obrigado(a) a concordar com todas. Ainda, não sou "expert" em gramática, então provavelmente não trarei cada detalhezinho da COMP I.

OBSERVAÇÕES
ELEMENTOS DO TEXTO
ESTRUTURA

********INTRODUÇÃO********

A Constituição Federal de 1988, no artigo 5º, afirma que todos os cidadãos são iguais perante a lei. Todavia, mesmo com a vigência deste artigo, vale ressaltar a exorbitante desigualdade social presente no Brasil, uma vez que a fome tem se perdurado na vida de muitos brasileiros. À vista disso, com a má administração do dinheiro público e a falta de oportunidade às pessoas mais carentes, fazem-se necessárias medidas para atenuar o impasse supracitado.

OBSERVAÇÕES: Sinceramente, achei perfeita! Possui todos os elementos necessários para uma boa introdução, além de apresentar diversos conectivos que deixam o texto super bem articulado e coeso.


********DESENVOLVIMENTO 1********

Primeiramente, é certo que o óbice em questão tem como uma de suas principais causas a má operação do dinheiro público. Segundo o IBGE, apenas 10% da população tupiniquim tem acesso ao capital do país, o que, em um território com mais de 200 milhões de habitantes, torna-se desproporcional, deixando explícito a falta de organização econômica para investir em um bem-estar alimentício aos desfavorecidos, bem como a despreocupação em erradicar o revés mor na pátria, a fome. Por certo, essa adversidade carece de uma deliberação.

OBSERVAÇÕES: Ótima estrutura, demonstrando um excelente projeto de texto. Seu texto é bem articulado e mesmo assim sucinto, gosto muito dessa característica.


********DESENVOLVIMENTO 2********

Outrossim, a ausência de oportunidade no meio trabalhista é uma grande catalisadora para a problemática. Anteriormente, durante a colonização das terras brasileiras, classes sociais começaram a existir, tendo como um de seus métodos de classificação, a condição financeira e, logo depois, foi se desenvolvendo uma aversão, que subsiste até hoje, aos grupos mais pobres. Nesse ínterim, essa aversão dificulta o processo de inserção dessa parcela populacional no mercado de trabalho, graças ao preconceito estruturado, contribuindo para o contínuo avanço da fome no Brasil. Isto posto, é incabível que este caso exista em pleno século XXI.

OBSERVAÇÕES: Repito as mesmas palavras que disse no D1.


********CONCLUSÃO********

Destarte, os entraves que dão continuidade à fome no país, requerem uma elucidação. Portanto, cabe ao Poder Executivo, juntamente com o MEC,(Agente) - por meio de mídias sociais como o Instagram, Youtube e Facebook (Modo/Meio)-, elaborar campanhas de incentivo(Ação) a criação de ONG’s para a oferta de empregos em todo território nacional, aos que sofrem de desnutrição, a fim de extinguir esse mal da vida da população,(Detalhamento) promovendo uma qualidade de existência através da remuneração vinda do trabalho(Finalidade) prestado e assegurando a Constituição.

OBSERVAÇÕES: Gostei muito, me parece muito completa :)

CONSIDERAÇÕES FINAIS
Olha, acredito que você tirará uma nota excelente na redação desse ano! Ao meu ver, seu texto está impecável.
Meu filtro para a parte gramatical não é 100% acurado, mas lendo o seu texto não noto nenhum desvio que torne a leitura desconexa.

Qualquer coisa, só me mencionar que tentarei ajudar, abraço! ;)
#67366
@chihirukiki, Nossa!!!!! MUITO OBRIGADA! :shock: AGRADEÇO DEMAIS PELA ANÁLISE!
#67529
Vitória kkkkkkkk, eu tentei corrigir a sua redação por vídeo. (Ideia 100% original. Não é plágio do @Felipe082 :lol:)

Olha, é a minha primeira correvídeo (criei essa palavra, ok?), então... assim kkkkkk. Espero que você goste. Ficou beeeem longa, então recomendo que assista na velocidade 1.2x ou até na 1.5x mesmo. Não sou muito de falar, ou seja, a minha oralidade não é das melhores. De todo modo, tentei. :?

Parabéns pelo texto e pela nota! Lembrando: estou sempre por aqui em caso de dúvidas ou de qualquer papo. Abraços!

AH! Eu fiquei MUITO próximo do microfone, o que fez o barulho da minha saliva aparecer em alguns momentos kkkkkkkk. PERDÃO! Vou me afastar mais dele na próxima. :oops:

Link:
#67537
@eurodrigo, muito obrigada!! Juro que ficou excelente para a primeira vez! Tenho algumas observações, mas, passarei para você no particular. Claro, se não se importar.
Mais uma vez, muito obrigada! :D
A exploração trabalhista

oiii glauberx1 , agradeço e respeito a su[…]

EmillyySilva poderia me ajudar a corrigir essa r[…]

igualdade a todos

A constituição federal de 1988, docu[…]

A obra da artista brasileira Tarsila do Amaral &ls[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM