Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#48038
É fato que a globalização e o liberalismo econômico elevaram o bem-estar e o padrão de vida das sociedades nas mais distintas esferas, a exemplo da saúde, educação, alimentação, etc, etc. No que tange a alimentação, a escala de produção e de variedades de produtos á disposição dos brasileiros, nunca antes fora vista na história: embora a fome e a miséria ainda estejam presentes na sociedade. Contudo, com o alcance do bem-estar de parte da população, nota-se uma má logística dessa enorme produção, a qual condena milhares de toneladas de alimentos por ano ; como também, o péssimo comportamento á mesa dos brasileiros diante da fartura conquistada. Nesse sentindo, é necessário analisar tal contexto intrinsecamente ligado a aspectos comportamentais e logísticos.

É importante salientar, em primeiro plano, causas e fatores preponderantes que contribuem para esse problema. De maneira análoga, a coroa portuguesa , no período da colonização na cidade que hoje conhecemos como Ouro Preto, imaginava que os recursos extraídos nas minas de ouro da cidade eram infindáveis e, como resultado desse pensamento coletivo errôneo, a coroa portuguesa se afundou em dívidas com o término do ouro. Nesse âmbito, a sensação de prosperidade constante desconectada da realidade externa, adicionado do péssimo comportamento da sociedade, limitam a percepção das pessoas a respeito dos impactos da ingerência em relação a alimentação. Portanto, observa-se como a falta de planejamento aliada com as percepções alheias a realidade de outrem coopera para o crescimento do problema.

Cabe mencionar, em segundo plano, outra determinante fundamental nesse processo: a logística. No Brasil, grande parte do desperdício de alimentos acontece durante o manuseio e logística da produção .As causas para tamanho desperdício são muitas. Grande parte dos produtos, como frutas e vegetais, estragam antes de saírem das prateleiras. Muitos consumidores compram produtos que estragam antes de irem para a mesa e uma parte considerável do que chega até ela não é consumido. Existem também os problemas durante o transporte. Longas distâncias e embalagens impróprias (ou até mesmo a ausência de embalagens) são fatores importantes.

Infere-se, portanto, que o descaso com a logística aliado com um mau comportamento tem
íntima relação com aspectos logísticos e comportamentais. Desse modo, é imperiosa uma ação do ministério da agricultura em conjunto com o ministério da infraestrutura, criar por meio de verbas governamentais, um programa nacional afim de padronizar as formas de transportes e manuseio dos alimentos cuja fragilidade são maiores. Separadamente, em vista de conscientizar os brasileiros, o Estado deve alertar a população sobre os impactos pelo desperdício de alimentos causados pela falta de planejamento ao ir no mercado, visando a educação da sociedade. Somente assim, observar-se-ia uma melhorar comportamental e um país mais estruturado
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#48083
@corleone1914

É fato que a globalização e o liberalismo econômico elevaram o bem-estar e o padrão de vida das sociedades nas mais distintas esferas, a exemplo da saúde, educação, alimentação, etc, etc. No que tange a alimentação, a escala de produção e de variedades de produtos á à disposição dos brasileiros, nunca antes fora vista na história: embora a fome e a miséria ainda estejam presentes na sociedade. Contudo, com o alcance do bem-estar de parte da população, nota-se uma má logística dessa enorme produção, a qual condena milhares de toneladas de alimentos por ano ; como também, o péssimo comportamento á à mesa dos brasileiros diante da fartura conquistada. Nesse sentindo sentido, é necessário analisar tal contexto intrinsecamente ligado a aspectos comportamentais e logísticos.
Sua introdução poderia ser menor, mas contém repertório, problematização, só a tese que poderia ser mais explícita.

É importante salientar, em primeiro plano, causas e fatores preponderantes que contribuem para esse problema. De maneira análoga, a cCoroa pPortuguesa , no período da colonização na cidade que hoje conhecemos (Seja impessoal. 1° pessoa não!) como Ouro Preto, imaginava que os recursos extraídos nas minas de ouro da cidade eram infindáveis e, como resultado desse pensamento coletivo errôneo, a cCoroa pPortuguesa se afundou em dívidas com o término do ouro. Nesse âmbito, a sensação de prosperidade constante desconectada da realidade externa, adicionado do péssimo comportamento da sociedade, limitam a percepção das pessoas a respeito dos impactos da ingerência em relação a alimentação. Portanto, observa-se como a falta de planejamento aliada com as percepções alheias a realidade de outrem coopera para o crescimento do problema.
Bom desenvolvimento, mas deixe o repertório mais curto para que não haja problemas depois com a quantidade de linhas. Seu tópico frasal poderia ser mais específico também, foi muito abrangente.

Cabe mencionar, em segundo plano, outra determinante fundamental nesse processo: a logística. No Brasil, grande parte do desperdício de alimentos acontece durante o manuseio e logística da produção .As causas para tamanho desperdício são muitas. Grande parte dos produtos, como frutas e vegetais, estragam antes de saírem das prateleiras. Muitos consumidores compram produtos que estragam antes de irem para a mesa e uma parte considerável do que chega até ela não é consumido. Existem também os problemas durante o transporte. Longas distâncias e embalagens impróprias (ou até mesmo a ausência de embalagens) são fatores importantes.
Você não usou um repertório concreto para fundamentar seu argumento. Faltaram também muitos conectivos nos inícios de períodos e cuidado também com repetições de palavras.

Infere-se, portanto, que o descaso com a logística aliado com um mau comportamento tem
íntima relação com aspectos logísticos e comportamentais. Desse modo, é imperiosa uma ação do mMinistério da aAgricultura em conjunto com o mMinistério da iInfraestrutura (agente), para que crie criar por meio de verbas governamentais (meio/modo), um programa nacional (ação) afim a fim de padronizar as formas de transportes e manuseio dos alimentos cuja fragilidade são maiores (efeito/finalidade). Separadamente, em vista de conscientizar os brasileiros (efeito/finalidade), o Estado (agente) deve alertar a população sobre os impactos pelo desperdício de alimentos causados pela falta de planejamento ao ir no mercado (ação), visando a educação da sociedade (efeito/finalidade). Somente assim, observar-se-ia uma melhorar comportamental e um país mais estruturado
Ambas propostas estão incompletas. A primeira falta o detalhamento e a segunda falta o detalhamento e meio/modo.

Melhore sua proposta de intervenção, use mais conectivos e cuidado com desvios tambem. ;)

Cogita-se que mesmo com a implantaçõ[…]

Cogita-se que mesmo com a implantaçõ[…]

Promulgado pela constituição de 1988[…]

A histórigrafia vem nos mostrando que, s&ea[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM