• Avatar do usuário
#73522
Consciência
A “Atitude Blasé” – termo proposto pelo sociólogo alemão George Simmel no livro “The Metropolis and Mental Life” – ocorre quando o indivíduo passa a agir com indiferença em meio as situações que ele deveria dar atenção. No contexto atual, a população e o governo ainda não dão à devida importância sobre a democracia nas eleições. Isso se dá, por falta de ações governamentais a respeito da igualdade social e, também uma carência na educação brasileira.
Primordialmente, é necessário ressaltar o papel do Estado em garantir a igualdade. A Constituição de 1988 diz o seguinte: “Todo cidadão tem direito a uma vida plena.” Nesse sentido, se não houver uma equidade entre as classes sociais, jamais existirá uma eleição honesta. A prova que mostra a ineficiência da aplicação da Constituição é a venda de voto. Assim, expondo um descaso com as camadas mais baixas, visto que, os grupos vulneráveis são os mais influenciados a ceder. Dessa forma, a desigualdade maximiza a injustiça nas eleições e prejudicando o país inteiro.
Em segundo lugar, é igualmente preciso pontuar o descaso na educação em bairros pobres. À vista disso, de acordo com economista Arthur Lews, “Educação nunca foi despesa. Sempre foi investimento com retorno garantido.” Portanto, sem o ensino de qualidade para indivíduos desfavoráveis socialmente, não como promover uma equidade eleitoral. Desse modo, isso agrava a troca de votos por pessoas em situação de risco.
Portanto, observado os problemas que auxilia em uma desigualdade social em relação às eleições. Cabe ao governo aplicar políticas públicas que visam aumentar a qualidade de vida dos cidadãos das esferas mais baixas, por meio da garantia do sustento das famílias dessas localidades com bolsa alimentação, a fim de que possam pensar sobre a vida pública de barriga cheia. Paralelamente, o Estado – que engloba todas instituições administrativas da nação – deve promover uma melhor infraestrutura educacional para pessoas de baixa renda, pela implementação de escolas mais bem equipadas, trazendo novas formas de se comunicar coma comunidade carente. Assim, com o tempo a sociedade como um todo vai caminhar rumo à eleições mais democráticas.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Saúde Pública no Brasil

OLÁ! Tudo bem? Espero que seu dia estej[…]

3m1ly aaah muito obrigada pela correç&ati[…]

Consumismo no Brasil

Eraldonunes eurodrigo Gi69 Anne24 Lol[…]

Jean Jaques Rosseau, filósofo iluminista, a[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM