Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Leonardooo
#60320
Conforme o cientista inglês Darwin, e sua teoria da seleção natural e sobrevivência do ser mais apto ao meio. Entretanto, no cenário brasileiro essa teoria é cada vez mais evidenciada, em decorrência do hábito da automedicação, tendo em vista sua evolução e resistência a tratamentos, os quais passam a ser considerados ineficazes. Nesse sentido, um grave problema imerge e, sustentado pela decadência no SUS! A falta de informação.
Em primeiro plano, é importante considerar o fator determinante, a busca por soluções rápidas, em decorrência do descaso e falta de investimentos na saúde pública. Segundo a constituição federal do Brasil, a saúde é direito de todos, é dever do estado apresentar condições igualitárias às ações. Todavia, em nosso contexto percebesse o descaso aos nossos direitos como cidadão e ser humano, resultado da deficiência da infraestrutura a hospitais condições dignas de trabalho médico e paciente. Logo, sem mudanças nos sistemas de saúde, as pessoas tendem a busca por se automedicarem, sem consentimento dos efeitos o qual pode ocasionar.
Em segundo plano, nosso cotidiano acelerado e com modelo econômico feito com base no lucro, muitas pessoas recorrem ao uso de psico estimulantes para melhorar seu rendimento, e seu fácil acesso em farmácias sem requerimento da prescrição médica. Em decorrência da determinada prática, sem o conhecimento de seus malefícios ao organismo, como o vício e danos neurais, como foi retratado no documentário americano, "Take your pills", assim a permanência desse panorama inviabiliza o controle do hábito de seu automedicar.
Portanto, medidas são necessárias para alterar esse cenário. De modo a garantir direitos básicos instituídos pela constituição, cabe ao governo realizar investimentos maiores na área da saúde, e em parceria com produtoras de entretenimento, e detentoras dos meios de comunicações, conscientizar indiretamente o modo de pensar da população, e sem surgimento de novas doenças, dadas por intermédio desse modo de agir.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A constituição federal de 1988, docu[…]

Violência doméstica

Agressão a Maria da Penha Vemos que atualm[…]

Obesidade no Brasil

Segundo dados do IBGE, em 2019 um quarto da popula[…]

Medo provocado por pandemia

*Medo causado pela pandemia* Diante de um cas[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM