• Avatar do usuário
#81262
No livro "Vidas Secas" de Graciliano Ramos, é retratado o conceito de determinismo - uma corrente filosófica elaborada na Idade Moderna - que permeia a sociedade atualmente, de modo que as predeterminações vigentes influenciam cada ser humano. Nesse sentido, é uma narrativa que revela a vida miserável de uma família no nordeste brasileiro na primeira metade do século XX, que lida diariamente com a fome e a seca. Fora da ficção, é fato que a realidade apresentada por Ramos pode ser relacionada àquela do século XXI: devido à pandemia do coronavírus, grande parcela da população brasileira sofreu com os impactos da fome, mas, em meios à tempos difíceis foi visto a solidariedade da sociedade brasileira como nunca antes.

Em primeiro lugar, é importante destacar que como uma consequência do novo vírus, uma parte dos brasileiros se depararam  com a insegurança alimentar. De acordo com a Constituição de 1988, todo cidadão possui o direito à alimentação no Brasil, porém, isso não é aplicado na sociedade vigente, onde há a omissão por parte do Poder Público que não toma as devidas medidas para solucionar esse problema. Assim, é permeado as desigualdades sociais presentes no país, em que a maioria sofre com a falta de eficiência da minoria que exerce cargos políticos.

Além disso, mesmo em meio à tempos conflituosos, foi visto a solidariedade da população brasileira. Segundo Mahatma Gandhi: “temos de nos tornar a mudança que queremos ver “. Paralelamente, muitas organizações sem fins lucrativos ou instituições religiosas foram solidárias ao distribuir  cestas básicas e mantimentos a pessoas que precisavam. Logo, é necessário políticas públicas para mudar a sociedade e seus respectivos desafios.

Portanto, é preciso que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual.  Para a solidariedade contra a fome em tempo de pandemia do coronavírus, urge o Ministério da Cidadania, criar um projeto que vise saciar a fome da população brasileira, através de verbas governamentais. Tal programa chamado “Segurança alimentar” que ofereça oportunidades de emprego para os brasileiros, e, consequentemente, distribua uma quantidade financeira suficiente para as famílias mais pobres conseguirem comprar alimentos. Somente assim, será possível, em pleno século XXI, diminuir as desigualdades sociais e não ocorrer a ideia de” determinismo alimentar” como na realidade apresentada pelo escritor brasileiro Graciliano Ramos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Segundo a Declaração Universal dos D[…]

"O mais escandaloso dos escândalos &eac[…]

Redação ENEM 2021

Na obra utopia do escritor inglês Thomas Mor[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM