• Avatar do usuário
#72094
Na obra “A cidade do sol” do filósofo italiano Tommaso Campanella, é retratado uma sociedade perfeita, onde encontra-se um Estado idôneo liderado por um príncipe-sacerdote chamado de sol que é ajudado Pon, Sin e Mor que são a potência, a sapiência e o amor, os moradores utilizam a razão como forma de organizar suas vidas, o corpo social encontra-se pela falta de conflitos ou problemas. Fora da ficção, é fato que a realidade apresentada por Campanella, distancia-se da veracidade do país. Os desafios da saúde pública no Brasil, é um dos impasses enfrentados por muitos brasileiros, seja pela falta de atendimentos de qualidade ou a má gestão e financiamentos em hospitais.
Em uma primeira análise, é indubitável que há falha na legislação. De acordo com, a CF/88 declara que a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantir o acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação. Entretanto, isso não se faz totalmente na prática, visto que alguns municípios do interior do Brasil não possui atendimento médico especializado sendo obrigados a viajar para cidades maiores ou a capital do estado para conseguir uma consulta.Conforme o escritor brasileiro Gilberto Dimenstein, em sua obra ‘cidadão de papel’, o indivíduo que possui os direitos adquiridos porém não usufruídos. Logo faz-se crucial reafirmar as leis de um estado democrático a fim de reverter o cenário.
Por conseguinte, a falta de recursos e a má administração é um dos impedimentos para um sistema de saúde competente. Na série brasileira “Sob pressão”, observa-se a falta de infraestrutura de um hospital público e seus impedimentos de realizar a medicina por falta de recursos, instrumentos e aparelhos. Muitos hospitais no país não possuem capacidade de fazer certos tipos de procedimentos por falta de meios. É necessário que o Estado veja as questões e trabalhe para melhorar o gerenciamento de hospitais brasileiros.
Diante dos fatos supracitados, cabe ao Estado que tome providências para melhorar o atendimento e capacitar médicos para ir em municípios menores e povos ribeirinhos que precisam de atenção. Como também, o Ministério da Saúde disponibilize verbas para hospitais públicos que necessitam de um suporte financeiro. Com essas medidas o Brasil se aproximaria da obra defendida por Tommaso Campanella.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Segundo dados do relatório Livre para Menst[…]

eurodrigo anasilva1 Bia2201 3m1ly Gi[…]

Atualmente os jovens estão se sentido press[…]

Excelente redação! A maioria das pon[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM