• Avatar do usuário
#65773
A Constituição Federal de 1998, documento juridico mais importante do país, prevê em seu artigo 6° o direito à segurança como essencial a todo cidadão brasileiro. No entanto, tal benefício não tem se reproduzido com ênfase na prática como se observa o aumento da homicídios entre os jovens, dificultando, deste modo, a universabilidade desse direito tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se a importância a análise das fatores que favorecem esse quadro.

Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater o problema. Nesse sentido, o envolvimento a facções criminosas é um grande causador da problemática, já que muitos entram para ganhar dinheiro mais rápido e com isso, acabam sendo mortos entre conflitos com outros grupos. Essa conjuntura, segundo os ideais do filósofo contratualista Jonh Locke, configura-se como uma violação do "Contrato Social", já que o estado não cumpri sua função de garantir que a sociedade desfrute de direitos indispensáveis, como a proteção, o que infelizmente é evidente no pais.

Além disso, é fundamental apontar a envasão escolar como impulsionador da problemática no Brasil. Segundo o IBGE(Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), uma pesquisa de 2020 revela que das 50 milhões de pessoas com idade entre 14 á 29 anos, dez milhões, ou seja, 20% delas não terminaram alguma das etapas da educação básica. Logo, é inadimissivel que esse cenário continue a se pendurar.

Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater obstáculos, para isso, é necessário que o Ministério da Seguranca, por meio de projetos, visando uma maior segurança entre os adolecentes, com a finalidade de toda a população se sentir segura. Assim, se consolidará uma nação mais protegida, onde o estado desempenha corretamente seu "Contrato Social", tal como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

A constituição Federal de 1988,docum[…]

No Brasil, cerca de 14 (quatorze) milhões d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM