• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#68062
No início do século XX, no Rio de Janeiro, aconteceu um movimento chamado de "Revolta da Vacina", que deixou explícita a falta de vontade de grande parte da população brasileira de tomar vacinas. Essa relutância acerca da vacinação perpetua-se em nossa sociedade até hoje, o que, consequentemente, facilita o ressurgimento de doenças erradicadas no Brasil. Isso se deve por dois principais motivos: a falta de debates na sociedade acerca dessa questão e a falta de incentivo governamental para impulsionar a população a se vacinar.

A falta de debates na sociedade acerca dessa questão torna mais lento o processo de mudança na mentalidade da população. Isso acontece pois, como há um tabu no Brasil a respeito da vacinação, não há um processo de esclarecimento do governo para as diversas camadas sociais, que, por sua vez, se tornam ignorantes sobre esse tema e, por consequência, mais sucetíveis a apoiarem movimentos antivacina.

Outrossim, a falta de incentivo governamental para impulsionar os cidadãos a se vacinarem é um fator que diminui a quantidade de pessoas vacinadas. Segundo o G1, em Ohio, estado dos Estados Unidos, o número de vacinados aumentou quando o governador da região divulgou que iria ocorrer um sorteio no valor de 1 milhão de dólares para quem se vacinasse contra o coronavírus. Esse exemplo de incentivo governamental deixa explícita a importância de um Estado atuante acerca dessa problemática, afinal, quanto maior for o número de vacinados contra determinada doença, menor serão as chances de ressurgimento dessa doença após ter sido erradicada.

Logo, é necessário contornar esse problema contemporâneo. Portanto, o Governo Federal, aliado ao Ministério da Saúde, responsável pelo bem-estar dos cidadãos brasileiros, deve, por meio das verbas governamentais, contratar palestrantes e especialistas em medicina para explicar, nas escolas do ensino médio, o porquê da vacinação ser confiável. Essa ação tem a finalidade de concientizar a sociedade acerca desse tema, deixando a "Revolta da Vacina" no passado.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#68413
No início do século XX, no Rio de Janeiro, aconteceu um movimento chamado de "Revolta da Vacina", que deixou explícita a falta de vontade de grande parte da população brasileira de tomar vacinas (contextualização). Essa relutância acerca da vacinação perpetua-se em nossa sociedade até hoje, o que, consequentemente, facilita o ressurgimento de doenças erradicadas no Brasil. Isso se deve por dois principais motivos: a falta de debates na sociedade acerca dessa questão e a falta de incentivo governamental para impulsionar a população a se vacinar (encaminhamento).
Observação: sua introdução esta perfeita, sem nenhum erro.

(inserir conectivo)A falta de debates na sociedade acerca dessa questão torna mais lento o processo de mudança na mentalidade da população (apresentação da ideia). Isso acontece pois, como há um tabu no Brasil a respeito da vacinação, não há um processo de esclarecimento do governo para as diversas camadas sociais, que, por sua vez, se tornam ignorantes sobre esse tema e, por consequência, mais sucetíveis (Suscetíveis) a apoiarem movimentos antivacina (contextualização).
Observação: palavras repetidas muito uma próxima da outra te faz perder ponto, como na "falta de debates na sociedade acerca", recomendo usar um Sinônimo. Também teve um erro gramatical e não teve um fechamento.

Outrossim, a falta de incentivo governamental para impulsionar os cidadãos a se vacinarem é um fator que diminui a quantidade de pessoas vacinadas (apresentação da ideia). Segundo o G1, em Ohio, estado dos Estados Unidos, o número de vacinados aumentou quando o governador da região divulgou que iria ocorrer um sorteio no valor de 1 milhão de dólares para quem se vacinasse contra o coronavírus (fundamentação argumentativa). Esse exemplo de incentivo governamental deixa explícita a importância de um Estado atuante acerca dessa problemática, afinal, quanto maior for o número de vacinados contra determinada doença, menor serão as chances de ressurgimento dessa doença após ter sido erradicada (contextualização).
Observação: invés de usar "coronavírus" eu aconselho a usar COVID-19. Faltou fechamento.

Logo, é necessário contornar esse problema contemporâneo (Tópico frasal). Portanto, o Governo Federal (AGENTE), aliado ao Ministério da Saúde (MODO/MEIO), responsável pelo bem-estar dos cidadãos brasileiros, deve, por meio das verbas governamentais (AÇÃO), contratar palestrantes e especialistas em medicina para explicar, nas escolas do ensino médio, o porquê da vacinação ser confiável (DETALHAMENTO). Essa ação tem a finalidade de concientizar (conscientizar) a sociedade acerca desse tema, deixando a "Revolta da Vacina" no passado (FINALIDADE).
Observação: sua conclusão ficou perfeita, só com um erro gramatical mas relevante, tendo os 5 elementos da conclusão. Se ainda sobrar linhas na redação aconselho fazer um fechamento, mas não tem nenhum problema se não der.
Doação do coração

A série médica americana "Grey'[…]

Carinho sanguíneo

A série médica americana "Grey'[…]

Índio no Brasil

Hoje,na sociedade brasileira, as políticas […]

Emily Silva muito obrigada😃! Quando disse que […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM