• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por liginhaa
Quantidade de postagens
#82811
Segundo p artigo 1° da Declaração Universal dos Direitos Humanos "todos nascem livres e iguais em dignidade e em direito". Mediante a isso, é inaceitável que o acesso a cidadania brasileira seja restrito. Assim, os principais propulsores do revés são o silenciamento e a inoperância governamental, sendo preciso analisar para que seja possível a reversão do imbróglio.
Em primeiro plano, de acordo com a teoria da banalidade do mal da filósofa Hannah Arendt, a sociedade alienada banaliza os problemas, dessa forma, agravando-os. Diante disso, o silenciamento corrobora com a problemática e dificulta a evolução da população, pois, não há voz para reivindicação, em razão da tolerância do tempo de aguardo para que o Estado aviste as pendências do território nacional, no caso, o acesso a cidadania no Brasil.
Por conseguinte, a inoperância governamental engrandece e facilita a questão. O artigo 5° da Constituição Federal de 1988, cita que todos são iguais perante a lei, frase que torna-se contraditória em face a realidade, uma vez que o governo ignora os fatos da necessidade social e não enxerga cidadãos aqueles que não possuem a documentação imposta, evidenciando a desigualdade no país.
Portanto, é necessário a intervenção estatal explorando possibilidades de uma nova documentação de identificação que envolva todos os direitos, abrangindo mais regiões e que seja presente o obrigatório para considerar um cidadão em vista da presidência, juntamente com a mídia por meio de comerciais televisivos em emissoras de grande porte como a Globo e redes sociais como YouTube, Twitter e Instagram -incluindo assim, a maioria da população-. Objetivando a divulgação do novo documento e desse modo garantir a inclusão de todos ao acesso a cidadania. Somente com essas medidas pode-se priorizar a igualdade posta no artigo 1° da Declaração Universal dos Direitos Humanos e no artigo 5° da Constituição Federal.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma mediana, pouco consistente, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

Avatar do usuário
Por RubiArtes
Quantidade de postagens
#82899
liginhaa escreveu:Correção
uma boa estrutura, gramaticalmente bem aceitável, me incomodou a palavra "imbróglio" que pessoalmente acredito que apenas serviu para florear o texto e não deixá-lo acessível e muitos corretores da banca não consideram isso algo positivo. A proposta de intervenção foi um pouco inconsistente, apesar de ter citado vários veículos de informação não fica claro como isso atingiria de fato a população mais carente (que é exatamente quem não possui registro). Senti falta de citação de dados (o que é completamente opcional e acredito que não vai mudar a avaliação diante da banca). Parabéns, espero que tenha sucesso! Se possível dá uma avaliada na minha redação também.
Muito Obrigado

A Constituição Federal de 1988 prev&[…]

Anna1 xIsabellasz vingrid KarllaViit Pe[…]

se puderem corrigir essa redação, fi[…]

Parabéns amiga! :)

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM