Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#54185
De acordo com o pensador Emmanuel Kant "O ser humano é aquilo que a educação faz dele", sob tal ótica, entende-se a sociedade brasileira como sendo o resultado do nível educacional comumente atrelado à escolarização tardia e precária. Nessa perspectiva, a educação revela-se como a principal ferramenta precursora das mudanças sociais e agente responsável pela redução das desigualdades no país.

Em primeiro plano, é indubitável analisar as causas que contribuem para a baixa qualidade do ensino à nível nacional. Segundo a constituição de 1988- documento de maior importância judicial no Brasil- todo cidadão tem direito à educação pública de qualidade,no entanto, está prerrogativa nota-se deturpada atualmente. Tendo em vista, a segregação educacional que torna o ensino de qualidade um privilégio da elite em detrimento do acesso ao conhecimento pela população pobre. Marcas do elevado analfabetismo, seja ele funcional ou completo, por boa parte da sociedade. Nesse sentido, percebe-se a redução de indivíduos de baixa renda em cargos de liderança, debates coletivos e decisões públicas. Uma vez que, permanecem apartados de seus direitos enquanto cidadãos,o que impede dessa forma o pleno exercício educacional instaurado na Constituição.

Em segundo plano, é válido ressaltar as desigualdades sócioeconomicas para a persistência do entrave. Nesse cenário, os detentores de dinheiro têm poder aquisitivo que os permite pagar por uma formação legítima e produtiva. Assim, o termo "Meritocracia" mostra-se irrelevante dado que a população carente em especial a das regiões norte e nordeste, têm seus primeiros anos de vida marcados pela fome, pobreza o que os leva ao trabalho em idade escolar, quase sempre movidos pelas necessidades primárias como por exemplo, alimentação, saúde e moradia. Dito isso, é evidente que não há condições e direitos iguais entre os cidadãos que validem a conquista profissional por mérito.

Por tanto, medidas são necessárias para expandir a educação de qualidade a todos de forma igualitária. Dessa forma, para que as famílias mais pobres, privadas do ensino em razão da regionalidade, condição social ou ainda com o intuito de atenuar a evasão escolar,cabe ao Ministério da Educação criar, por meio de verbas governamentais, um projeto de escolarização nacional, o qual terá coml foco crianças, adolescentes e idosos, deve-se oferecer um cartão-uma espécie de bolsa estudos para suprir as demandas daqueles que não frequentam a escola por trabalharem- a partir do qual receberão um auxílio governamental o que lhe permitirá estudar, sob a condição de comparecerem à oitenta porcento da carga horária da instituição. Somente assim, os brasileiros terão o pleno exercício de seus deveres e direitos e participação ativa que por conseguinte,reduzirá as desigualdades.


Agradeço se alguém puder corrigir ou pelo menos pontuar :D
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#54194
Vestibulaqx escreveu:De acordo com o pensador Emmanuel Kant[1] "O ser humano é aquilo que a educação faz dele",[2] sob tal ótica, entende-se a sociedade brasileira como sendo o resultado do nível educacional comumente atrelado à escolarização tardia e precária. Nessa perspectiva, a educação revela-se como a principal ferramenta precursora das mudanças sociais e agente responsável pela redução das desigualdades no país. [3]
[1] separe o vocativo por vírgula do restante da oração
[2] aqui houve uma justaposição de ideias, isto é, você uniu linhas de raciocínio(que deveriam ficar isoladas em períodos distintos) em um único período
[3] Trabalhou de maneira brilhante a contextualização indireta por alusão. Porém, além desta, é preciso que , ao especificar-se a tese, coadjuva os seus dois argumentos a serem desenvolvidos.
:!: eu diria que uma introdução bem elaborada, só atente-se aos detalhes.

Em primeiro plano, é indubitável analisar as causas que contribuem para a baixa qualidade do ensino à nível nacional. Segundo a constituição de 1988- documento de maior importância judicial no Brasil-[4] todo cidadão tem direito à educação pública de qualidade,no entanto, está[5] prerrogativa nota-se deturpada atualmente. Tendo em vista,[6] a segregação educacional que torna o ensino de qualidade um privilégio da elite em detrimento do acesso ao conhecimento pela população pobre. [7]Marcas do elevado analfabetismo, seja ele funcional ou completo, por boa parte da sociedade. Nesse sentido, percebe-se a redução de indivíduos de baixa renda em cargos de liderança, debates coletivos e decisões públicas. [8]Uma vez que, permanecem apartados de seus direitos enquanto cidadãos,o que impede dessa forma o pleno exercício educacional instaurado na Constituição.
[4]mesmo erro de anteriormente, ao citar uma estratégia argumentativa(frase de autor, dados estatísticos) ,separe o órgão responsável por vírgula.
[5] "esta"
[6 e 7] a correta construção desta última parte seria : Tendo em vista ,a segregação educacional (que) torna o ensino de qualidade um privilégio da elite em detrimento do acesso ao conhecimento pela população pobre, marcas do elevado analfabetismo, seja ele funcional ou completo, por boa parte da sociedade.
[8] neste caso, haveria necessidade deste último período está junto do anterior(truncamento)
:!: neste d1 senti um pouco mais de ''autoria'' presente na desenvoltura do seu argumento e estratégia argumentativa.

Em segundo plano, é válido ressaltar as desigualdades sócioeconomicas[9] para a persistência do entrave. Nesse cenário, os detentores de dinheiro têm poder aquisitivo que os permite pagar por uma formação legítima e produtiva[10]. Assim, o termo "Meritocracia" mostra-se irrelevante dado que a população carente em especial[11] a das regiões norte e nordeste,[12] têm seus primeiros anos de vida marcados pela fome, pobreza o que os leva ao trabalho em idade escolar, quase sempre movidos pelas necessidades primárias como por exemplo, alimentação, saúde e moradia. Dito isso, é evidente que não há condições e direitos iguais entre os cidadãos que validem a conquista profissional por mérito.[13]
[9] socioeconômicas
[10] valide este fato com alguma instituição legitimada(universidade, institutos federais, pesquisas sociais ...)
[11] entre vírgulas ",em especial,"
[12] vírgula inapropriada prejudica a fluidez do texto
[13] autoria é diferente de primeira pessoa, você deve focar em deixar a redação com marcas de sua autoria. Neste último período, houve aproximação com primeira pessoa
:!: este segundo desenvolvimento apresenta necessidade de uma fonte que seja legítima e pertinente ao tema, além de desvios do tipo gramaticais e sintáticos, cuide no cumprimento integral da 3° pessoa.


Por tanto, medidas são necessárias para expandir a educação de qualidade a todos de forma igualitária. Dessa forma, para que as famílias mais pobres, privadas do ensino em razão da regionalidade, condição social ou ainda com o intuito de atenuar a evasão escolar[FINALIDADE],cabe ao Ministério da Educação[AGENTE] criar[AÇÃO], por meio de verbas governamentais[MEIO], um projeto de escolarização nacional, o qual terá coml foco crianças, adolescentes e idosos, deve-se oferecer um cartão-uma espécie de bolsa estudos para suprir as demandas daqueles que não frequentam a escola por trabalharem-[DETALHAMENTO] a partir do qual receberão um auxílio governamental o que lhe permitirá estudar, sob a condição de comparecerem à oitenta porcento[14] da carga horária da instituição. Somente assim, os brasileiros terão o pleno exercício de seus deveres e direitos e participação ativa que por conseguinte,reduzirá as desigualdades.


Agradeço se alguém puder corrigir ou pelo menos pontuar :D
[14] ''por cento''
:!: você apresentou uma proposta de intervenção bastante robusta, atendendo aos 5 critérios (Agente, ação, modo, finalidade e detallhamento)

NOTAS
C I 120
CII 200
CIII 160
CIV 120
CV 200

Espero ter auxiliado de alguma forma, continue firme nos estudos.

De acordo com o IBGE(instituto brasileiro de geogr[…]

No Brasil, os mais velhos são considerados […]

Desde os incentivos à expansão da po[…]

Inspirado no Facismo e no líder polí[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM