• Avatar do usuário
#81312
No século XV, o alemão Gutenberg criou a máquina de impressão, uma invenção que revolucionou a história da leitura, pois fez com que uma maior parte da sociedade tivesse acesso a livros com mais facilidade. No Brasil atual, apesar da grande disponibilidade e do amplo mercado editorial, boa parte da população não possui qualquer hábito de leitura, fato que prejudica a formação social dessas pessoas. Nesse sentido, é importante analisar o papel da escola e da tecnologia no tema.
É válido ressaltar, nessa perspectiva, que a negligência das instituições de ensino em fomentar a leitura faz parte do problema. No filme "A sociedade dos poetas mortos", o professor de literatura John Keating incentiva a leitura em suas aulas, fazendo com que seus alunos enxerguem a vida de outro modo e tornem-se pessoas mais criativas e mais livres da rigidez daquela sociedade. No Brasil, em contrapartida, muitos professores e escolas têm negligenciado em promover nos seus alunos o hábito de ler. Como consequência, cria-se uma massa de pessoas com pouco pensamento crítico e imaginativo, fato que prejudicará a formação social desses indivíduos. Desse modo, é importante a tomada de medidas pelo poder público no sentido de criar políticas, para que mais estudantes sejam impactados pelo poder dos livros como ocorreu no filme.
Além disso, o contato constante com a tecnologia faz parte da problemática. Vive-se, atualmente, no século em que se mais tem acesso a informação e aparelhos tecnológicos. Apesar disso dos diversos benefícios, como maior facilidade em obter novos conhecimentos, tem-se um prejuízo: a grande quantidade de horas que crianças e jovens passam em redes sociais se expondo a enorme quantidade de estímulos. Tal fato leva esses indivíduos a não reservarem tempo para a leitura e também ao desinteresse por essa prática. Assim, cada vez menos jovens se tornam leitores e cada vez menos a leitura cumpre seu papel na sociedade de criar cidadãos com consciência crítica.
Portanto, o Ministério Da Educação deve criar políticas públicas para a promoção da leitura nas escolas, por meio de vários investimentos que podem contar com a ajuda da iniciativa privada, com clubes do livros, saraus e construção de bibliotecas, com o fito de produzir mais leitores na sociedade brasileira. Ademais, as famílias podem limitar o tempo que crianças e adolescentes passam na internet, oferecendo livros como atividade alternativa. Somente assim produziremos uma sociedade mais consciente e com pensamento crítico.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Mylike , Jotaveh , marimoon , larissa0205 , […]

A invisibilidade dos "cidadãos"

A invisibilidade decorrente da falta de registro c[…]

Para começar sua redação, &ea[…]

Certo, muito obrigada!! Por nada!

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM