• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#81240
No brasil no que se refere a preconceito várias pautas são trazidas a tona e discutidas No
cotidiano , em contrapartida a xenofobia é um assunto que ainda temos muito que expor e
discutir.
É notório que apesar de no dia a dia ser uma situação corriqueira, a xenofobia ainda não é
uma pauta tão debatida na sociedade. A xenofobia é um preconceito bem problemático, pois
acomete a muitas pessoas que se calam e sofrem com a situação podendo acarretar em
problemas psicológicos ou sociais .
Porém, hoje a tecnologia e internet trouxeram consigo a informação, por exemplo segundo os
dados da Secretaria de direitos humanos as denúncias de xenofobia e preconceitos linguísticos
cresceu em 633% em 2015, O que é um grande avanço, mas se comparado ao número de casos
não denunciados (Cerca de 7 a cada 10 pessoas segundo uma pesquisa feita no nordeste do
Brasil) Ainda é pouco, isso se dá pela falta de discussão e problematização dessa pauta.
Julgar, denegrir, oprimir ou injuriar de um cidadão por conta de sua cultura, sotaque, língua, ou
local de origem é xenofobia, e quando o denunciado se encaixa em crime de ódio, e o opressor
pode levar até 3 anos de prisão.
No brasil quem mais sofre com a xenofobia são os nordestinos , por seu sotaque e modo de
falar , porém não podemos anular o fato de a xenofobia ser sofrida por pessoas de todos os
cantos do brasil e do mundo
Um caso de xenofobia explícita aconteceu com a participante Juliette no reality show Big
Brother Brasil agora em sua 21ª edição , a participante é nordestina por isso tem um sotaque
bem presente e isso fez com que alguns outros participantes como a Carol conká julgasse e
excluísse a nordestina, a oprimindo e xingando com palavras como: “sem educação” ,” Cariri”,
“ mal educada”, “ignorante” entre outros, o que por sua vez deixou a participante Juliette bem
abalada emocionalmente.
Dessa forma, percebe-se a falta de informação e discussão na sociedade quando o assunto é
xenofobia. Portanto é necessário a inclusão de palestras com essa pauta nas escolas de ensino
fundamental e médio, e a criação de leis e multas mais rigorosas em relação a xenofobia para
que assim as pessoas tenham ciência e noção do que a xenofobia é, e quando esse crime for
cometido as vítimas denunciem, e os opressores sofram com as medidas Cabíveis.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#81297
Oi, tudo bem? A estrutura que tu apresenta, tanto nesse texto quanto no outro em que me marcou, é inadequada ao modelo exigido no ENEM. Vou deixar aqui umas dicas de vídeos que podem te ajudar a adaptar de forma adequada essas redações.









camille14 Caso você quiser, poderia corri[…]

gabrielgd33 Por favor, poderia corrigir e aval[…]

Aqui está a minha análise da sua red[…]

Desde o surgimento das grandes civilizaç&ot[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM