• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#77344
Na obra cinematográfica "A Menina que Roubava Livros",Liesel é uma garota alemã que utiliza a leitura como meio de escape da atmosfera conturbada da Segunda Guerra Mundial.A história mostra a importância dos livros que,além de divertir,também são uma ferramenta essencial para adquirir conhecimento e poder de expressão.Apesar disso,a redução do número de leitores brasileiros nos últimos anos é motivo de preocupação,dado que apenas metade da população tem o hábito e 30% desses não compreendem o que foi lido.Sabendo que essa informação revela uma nação leiga e manipulável,é importante analisar o desestímulo à leitura e a ausência do senso crítico para solucionar o empecilho.
Decerto,o baixo número de leitores no país é resultado, principalmente, do desestímulo ao hábito.Por sua vez,esse pode ser explicado por um problema estrutural,no qual é utilizado um modelo de educação arcaico que define livros como um instrumento obrigatório para determinar a capacidade mental dos alunos.Consequentemente,a falta de incentivo literário procederá às próximas gerações,com futuros pais que não poderão estimular os filhos e até professores que continuarão com o ensino obsoleto, justamente porque esses foram ensinados a ler apenas por obrigação,e não por gosto.Por isso,o filósofo Sêneca afirma: "A educação exige os maiores cuidados,porque influi sobre toda a vida",enfatizando a importância de ser estimular desde a infância e ter profissionais e influências familiares para acompanhar o leitor em desenvolvimento.
Outrossim,o desestímulo à leitura vinculado ao impasse de obter livros pelo alto preço são causas da ausência de senso crítico.A exemplo disso,uma pesquisa realizada pelo Instituto Pró-Livro em 2020,após o aumento de 12% da taxa da mercadoria no Brasil,informa que o número de leitores caiu no ano,pois a dependência do custo afetou a classe de renda baixa,que compõe 27 milhões do total de leitores do país.Ou seja,sem a leitura a massa popular não está apta a desenvolver o senso crítico,logo sendo incapaz de gerar opinião própria e exercer a cidadania,pois não compreende seus direitos e deveres,deixando-a vulnerável à manipulação.
Portanto,fica evidente a importância da leitura e os prejuízos para o indivíduo que não a realiza.Torna-se essencial que as instituições escolares,com o apoio das famílias e do Ministério da Educação, incentivem o hábito da leitura desde a infância,oferecendo a oportunidade das crianças escolherem obras literárias de acordo com o próprio gosto.Tal ação ocorreria por meio da capacitação de profissionais,que acompanhariam o desenvolvimento dos alunos com base em um modelo de ensino reestruturado.Assim,seriam promovidos o senso crítico na população e o aumento no número de leitores apaixonados,como Liesel,em "A Menina que Roubava Livros".
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#77366
No livro o Escaravelho do Diabo mostra o quanto interessante é poder mergulhar na imaginação e entrar dentro de uma boa história, escrito pela brasileira Lúcia Machado de Almeida, primeira publicação em 1953, cheio de mistérios envolvendo a morte do irmão de Alberto.Certo de que a leitura engrandece o ser humano, é lamentável saber que ainda há no Brasil 44% da população que não são leitores, um pouco a mais da metade dos brasileiros praticam a leitura em nosso país.

Diante dessa situação vale ressaltar que o Ministério da Educação deveria investir em incentivos tanto em forma de propagandas, como também nas escolas, começando desde o inicio conforme uma exigência que consta na Lei de Diretrizes e Bases da Educação no Brasil, para que as crianças e os jovens tenham este hábito permanente e gratificante.

Com isso vale lembrar também que pode sim, isso também começar dentro de casa, com o apoio dos pais, mostrando aos filhos o quão importante é manter esta prática tão saudável, fazendo isso frequentemente , sendo através de livros, jornais, gibis, e com isso se tornar prazeroso, podendo ler por lazer, por prazer, para estudar e se informar.

A leitura frequente auxilia no conhecimento de novas ideias, palavras e expressões, se manter atualizado do que acontece ao redor do mundo, viajar por lugares onde ás vezes nem consigamos chegar.

Contudo a leitura é capaz de transformar o ser humano, fazendo dele uma pessoa melhor e tendo consciência de que pode se viver em um mundo melhor , tendo mais concentração, criatividade e despertando a imaginação e com isso aumentando os conhecimentos, guarde livros na memória e não na estante.

A importância da leitura no Brasil Contemporâneo dará acesso ao mundo das informações, das ideias e dos "sonhos".

Percebe-se que no Brasil, de alguns anos pra c&aac[…]

A humanidade no decorrer da história tem lu[…]

Athesui maiconpgtu anaclaradll jheromagn[…]

O artigo 6º da constituição fed[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM