• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Bruna189
Quantidade de postagens
#57774
Infelizmente, o resultado da educação no Brasil não é de excelência. Pois, a atuação do Estado, frente aos investimentos do poder público são precários, tanto em estudo de qualidade como na infraestrutura das escolas. Além disso, a questão da violência pouco é retratada no meio escolar, onde professores acabam por perder o controle dentro das salas de aula e, muitas vezes, recebem agressões físicas dos alunos. Portanto, tal problemática escolar deve ser discutida.
Certamente o pouco investimento público nas escolas do país refletem na qualidade de ensino dos alunos. Visto que, é precária a condição do material escolar utilizados em sala de aula, a quantidade de livros nas bibliotecas são baixos nessas escolas e quando existem, estão velhos e mal conservados. Ademais, a parte estrutural escolar também encontram-se precárias porque , pouco é investido na infraestrutura como mesas para os alunos, lousas e material de uso coletivo como papéis, caneta ou giz, etc. O que gera insatisfação, tanto para os alunos que almejam um aprendizado, como para os educadores, que querem desenvolver um ensino de qualidade.
Além do mais, com pouco material para ensino mesclado á violência social, acaba assim por refletir no abuso da violência dos alunos para com os educadores. Uma vez que, não é incomum nos noticiários, casos de violência, onde professores recebem xingamentos e até mesmo agressões físicas por parte dos alunos. Mostrando assim, uma inversão de valores, onde a autoridade no meio escolar são as crianças e adolescentes, frente a um professor que muitas das vezes, está com medo de lesionar e ser agredido e ainda com poucos recursos para realizar suas atividades.
Desta forma, é preciso um investimento massivo na educação por parte do Estado, tanto em aspectos físicos e estruturais dos prédios escolares, como na educação em si e, principalmente, no nível educacional dos alunos, para que os mesmos tenham condições de competir á uma vaga em Universidades Públicas com alunos das redes privadas de ensino. Dessa forma, uma educação de qualidade poderia diminuir índices de violência, transformando a mentalidade de alunos agressivos, além de motivar crianças e adolescentes a almejarem um futuro melhor e de qualidade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Avatar do usuário
Por jheromagnoli
Tempo de Registro Quantidade de postagens Quantidade de postagens
#57999
Infelizmente, o resultado da educação no Brasil não é de excelência. Pois, a atuação do Estado, frente aos investimentos do poder público são precários, tanto em estudo de qualidade como na infraestrutura das escolas. Além disso, a questão da violência pouco é retratada no meio escolar, onde professores acabam por perder o controle dentro das salas de aula e, muitas vezes, recebem agressões físicas dos alunos. Portanto, tal problemática escolar deve ser discutida.

Certamente, o pouco investimento público nas escolas do país refletem na qualidade de ensino dos alunos. Visto que, é precária a condição do material escolar utilizados em sala de aula, a quantidade de livros nas bibliotecas são baixos nessas escolas e quando existem, estão velhos e mal conservados. Ademais, a parte estrutural escolar também encontram-se precárias porque, pouco é investido na infraestrutura como mesas para os alunos, lousas e material de uso coletivo como papéis, caneta ou giz, etc < não use esse tipo de termo, exemplifique o que sabe e pronto]. < usar conectivo ou juntar as frases > O que gera insatisfação, tanto para os alunos que almejam um aprendizado, como para os educadores, que querem desenvolver um ensino de qualidade.
* Atenção na pontuação, uso de vírgulas

Além do mais, com pouco material para ensino mesclado á violência social, acaba assim por refletir no abuso da violência dos alunos para com os educadores. Uma vez que, não é incomum nos noticiários, casos de violência, onde professores recebem xingamentos e até mesmo agressões físicas por parte dos alunos. [colocar conectivo primeiro] Mostrando assim, uma inversão de valores, onde < está repetindo muito esse pronome, invista em outros: em que, na qual, no qual, cujo] a autoridade no meio escolar são as crianças e adolescentes, frente a um professor que muitas das vezes, está com medo de lesionar e ser agredido e ainda com poucos recursos para realizar suas atividades.
* Procure comprovar seus argumentos com repertório: dados, citação, livros, filmes, séries... Fuja do senso comum

Desta forma, é preciso um investimento massivo na educação por parte do Estado, [também está repetindo esse linguagem > tanto em aspectos físicos e estruturais dos prédios escolares, como na educação em si e, principalmente, no nível educacional dos alunos, para que os mesmos tenham condições de competir á uma vaga em Universidades Públicas com alunos das redes privadas de ensino. Dessa forma, uma educação de qualidade poderia diminuir índices de violência, transformando a mentalidade de alunos agressivos, além de motivar crianças e adolescentes a almejarem um futuro melhor e de qualidade.

Aqui está a minha análise da sua r[…]

Ficou espetacular! :) Muito obrigado!!

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM