• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#77800
A humanidade no decorrer da história tem lutado pela liberdade de expressão, e no Brasil não difere, pessoas estão nas ruas brigando por seus direitos. Tendo em vista a relevância desse assunto, convém aprofundar esse debate, considerando o quanto a sociedade usa a liberdade de expressão para viver o egoísmo e o quanto a mesma é confundida, ou até mesma distorcida.
Inicialmente é válido ressaltar que a livre manifestação do pensamento, hoje, tem sido usada para difundir o exclusivismo. Isso ocorre porque as pessoas estão mais focadas em seus interesses, alienadas ao meio em que vivem. O historiador Leandro Karnal, em entrevista, mencionou que estamos vivendo em meio a surdez seletiva, nos expressamos, mas não estamos dispostos a ouvir a opinião do outro.
Outro aspecto, porém, é o fato de uma parte da população Brasileira, dissentir o verdadeiro significado da liberdade de expressão e usar desse artifício para pregar mensagens de ódio, principalmente na Internet, visto que muitos acreditam que seja uma "terra" sem lei. A revista Despertai de 1996, menciona em matéria que a humanidade está esquecendo qual era o objetivo principal da luta pela liberdade de expressão, estão beirando a libertinagem, sem o respeito e moral.
Portanto, conforme abordado, os verdadeiros limites da liberdade de expressão merece reflexão. Para que haja a compreensão desse contexto, a sociedade precisa dar atenção tanto ao modo como se vive diante da livre manifestação do pensamento, quanto a maneira que a usamos, visto que somente assim seremos cidadãos melhores.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 40

Você atingiu aproximadamente 20% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta o assunto tangenciando o tema, ou demonstra domínio precário do texto dissertativo-argumentativo, com traços constantes de outros tipos textuais. Com essa pontuação, ou o texto tangencia a temática proposta, isto é, o assunto é mencionado por meio de palavras ou expressões, mas não é desenvolvido, ou se identificam muitas inadequações, com fragmentos de outros tipos textuais que não se configuram como argumentos, sinalizando desconhecimento da estrutura do texto dissertativo-argumentativo.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 40

Você atingiu aproximadamente 20% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. O texto não defende ponto de vista a respeito do tema proposto e/ou apresenta informações, fatos e opiniões pouco relacionados ao tema, superficiais ou incoerentes.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta repertório limitado de recursos coesivos e articula as partes do texto de forma insuficiente, com muitas inadequações, o que compromete a organização das ideias.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 40

Você atingiu aproximadamente 20% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta proposta de intervenção vaga, precária, frágil, superficial, ou relacionada apenas ao assunto, de forma tangencial ao tema, isto é, sem se ater ao recorte temático solicitado.

#77843
Olá, anjo! Gostaria de te ajudar, ressaltando alguns pontos em sua redação. Primeiramente, vamos tratar da sua introdução. Amore, não se esqueça de que é nela que você ira apresentar a sua tese! Uma dica que eu te dou é iniciar a tua redação com um repertório, os corretores amam isso! Primeiro, você poderia apresentar o repertório, relacionar o repertório ao tema e apresentar a sua tese (sugestão). Não está muito explícito o que você está defendendo! A sua intervenção também não está com todos os elementos necessário, meu bem. Lembre-se, os elementos que DEVEM conter em sua conclusão são: 1- Agente; 2- Ação; 3- Meio/modo; 4- Efeito; 5- Detalhamento.
Outro ponto, anjo: atente-se às regras de gramática! O uso da vírgula e acentuação, por exemplo.
Quando você for usar o nome de algum livro, revista ou obra, coloque entre aspas. Exemplo:
No revista "Despertai".
Em síntese, é isso! Parabéns pela redação, está indo bem! Não desista, já vejo o seu 1000!

São muitos os casos de impunidade do sistem[…]

Bom dia pessoal, JoaoPedro72 , muito obrigado p[…]

Agora que lembrei que não é poss&iac[…]

Esquecimento histórico

A Constituição Federal de 1988, docu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM