Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#52188
Segundo Hannah Arendt, filósofa política, a essência dos Direitos Humanos está no direito a ter direito. Entretanto, quando se observa os desafios no acesso de uma alimentação de qualidade no Brasil, nota-se que o direito à saúde e bem-estar são comprometidos para uma grande parcela da população brasileira. Diante disso, é perceptível que a influência midiática e a desigualdade socioeconômica colaboram a perpetuação desse problema.

Em primeiro plano, é notório que as redes midiáticas contribuem no compartilhamento de modos alimentares cada vez mais inadequados. Segundo Theodor Adorno e Max Horkheimer, filósofos da Escola de Frankfurt, os meios de comunicação em massa auxiliam na reprodução dos segmentos da Indústria Cultural — conceito de produção que padroniza elementos culturais, os tornando em mercadorias. Segundo essa linha de pensamento, percebe-se que no intuito de aumentar o consumo de alimentos e, por resultância, os lucros, há uma disseminação midiática de produtos alimentícios altamente processados, que condiciona a população a ter uma alimentação ruim, acarretando, consequentemente, sucessivos problemas de saúde nos cidadãos.

Ademais, a vigente desigualdade social facilita esse problema, visto que apenas uma pequena parcela da população possuí condições financeiras de manter uma dieta equilibrada. A esse respeito, no livro Quarto de Despejo, a escritora Carolina de Jesus retrata as dificuldades enfrentadas por moradores das comunidades de São Paulo, no início do século XX, descrevendo momentos em que precisou dar restos de comida para os seus filhos. Paralelamente, nota-se que a realidade sofrida pela autora permanece a mesma para muitas famílias no país, haja vista que cerca de quatorze
milhões de cidadãs vivem na pobreza extrema. Posto isso, é explícito que o direito às condições igualitárias, assegurado na Constituição, não abrange a classe pobre do país.

Portanto, é preciso que o Estado tome medidas para amenizar esse quadro. Para isso, é necessário que o Ministério da Cidadania, em parceria com os governos estaduais, crie cardápios com alimentos de alto valor nutritivo, que deverão ser comprados por meio do redirecionamento de verbas, havendo a distribuição dos produtos às famílias de baixa renda, a fim de democratizar o acesso a uma alimentação de qualidade. Assim, se consolidará uma sociedade mais justa, em que a realidade enfrentada por Carolina de Jesus não se repetirá para nenhum outro brasileiro.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 185

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 195

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#52296
notsocialxx escreveu:@XxDamastco pode avaliar, por favor?
Excelente, adorei muito! Confesso que vou estudar a introdução depois para extrair algo novo para mim(kibar), sou sincero.No mais: Parabéns, nenhum erro aparente, só percebi o erro de ênclise e mais nada:
"elementos culturais, os tornando em mercadorias. "
o correto seria "tornando-os".
"Humanos está no direito a ter direito."
"Humanos está no direito a ter direito{s}"
Fim. Novamente, parabéns, ótima redação.
#52316
XxDamastco escreveu:
notsocialxx escreveu:@XxDamastco pode avaliar, por favor?
Excelente, adorei muito! Confesso que vou estudar a introdução depois para extrair algo novo para mim(kibar), sou sincero.No mais: Parabéns, nenhum erro aparente, só percebi o erro de ênclise e mais nada:
"elementos culturais, os tornando em mercadorias. "
o correto seria "tornando-os".
"Humanos está no direito a ter direito."
"Humanos está no direito a ter direito{s}"
Fim. Novamente, parabéns, ótima redação.
caraca! obrigada pela correção :D <3

O preconceito é algo constante no dia a dia[…]

@medlover @Costa2020 @Felipe082 @RafaNaBase @Nicol[…]

As doenças mentais alcançaram elevad[…]

Segundo a Organização Mundial da Sa&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM