• Avatar do usuário
#66993
O Brasil, mesmo possuindo a maior parte de sua população nas cidades, ainda passa por muitas dificuldades com a mobilidade nos centros urbanos. O excesso de carros é um exemplo de impasse que pode ser resolvido com algo bem pensado como a melhoria de transportes públicos. Nesse sentido, convém analisarmos as principais causas, consequências e possíveis soluções para problemas relacionados ao tema.
Primeiramente, é necessário verificar o excesso de automóveis nas estradas, o que acaba causando congestionamentos e dificultando a mobilidade. De acordo com um levantamento da CET (Companhia de Engenharia do Tráfego), em 2017, a velocidade média do tráfego na cidade de São Paulo foi de 24,8 km/h pela manhã e 18,5 km/h na tarde e, ultimamente, esses números continuam mostrando o mesmo ponto: é preciso montar uma estratégia para diminuir o número de carros nas rodovias, o qual foi consequência de diversos motivos.
Atualmente, não há uma boa quantidade de investimentos em transportes públicos no Brasil, o que induz a população a comprar, alugar carros ou usar aplicativos de transporte urbano como o Uber fazendo, no país, mais de 2,6 bilhões de viagens desde 2014. Analisando as informações, podemos entender que o povo busca mais conforto, sendo a atenção maior aos ônibus, metrôs, trens e balsas uma boa estratégia para que a transição entre privado e popular aconteça mas, antes de tudo, é de suma importância que, seja feito um planejamento estratégico pelo governo para que os habitantes tenham o seu direito de ir e vir corretamente.
Dado o exposto, o Estado, enquanto planeja uma melhor forma de mobilidade para os brasileiros, pode dar o primeiro passo criando um projeto para maior uso de bicicletas, mostrando seus benefícios em redes sociais e outdoors, incentivando a população com doações do transporte e, também, a disponibilização do uso temporário sem custos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A exploração trabalhista

oiii glauberx1 , agradeço e respeito a s[…]

EmillyySilva poderia me ajudar a corrigir essa r[…]

igualdade a todos

A constituição federal de 1988, docu[…]

A obra da artista brasileira Tarsila do Amaral &ls[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM