Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#49312
A Constituição Federal de 1988, o documento mais importante do país, prevê em seu artigo 6, o direito á saúde como inerente a todo cidadão. Conquanto, a problemática não tem sido repulsado diante dos desafios para combater a depressão no Brasil, dificultando, dessa forma, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se analise da dificuldade governamental na saúde a atender essa questão psicológica e o isolamento social que aumenta o risco da relação entre jovens .

Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater a depressão. Nesse sentido, a falta de acesso para acompanhamentos de psicólogo na população é devido o investimento e a falta de profissionais que são ausentes na comunidade. Essa conjuntura , segundo as ideias do filósofo contratualista John Locke, configura-se como violação do "contrato social" , já que o Estado não cumpre sua função de garantir aos cidadãos que desfrutem de direitos indispensáveis , como a saúde , o que infelizmente é evidente no Brasil.

Ademais , é fundamental apontar o isolamento social entre jovens como o impulsionador da depressão no Brasil. Segundo Aristóteles , a lição que nos proporciona é de que viver coletivamente é a única chance de sermos humanos. Diante de tal exposto , a tecnologia atual permite ficar em casa conectado com o mundo lá fora, mas a exposição excessiva em redes sociais, vídeos e as famosas “lives” pode dar lugar a depressão. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a pendurar.

Depreende- se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que a Organização Mundial da Saúde, por intermédio da internet, seminários , palestras , cursos , investir em mais profissionais da área para poder tratar da população diante desse problema. A fim de melhorar a saúde mental de todos para um bom convívio.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#49346
A Constituição Federal de 1988, o documento mais importante do país, prevê em seu artigo 6, o direito á saúde como inerente a todo cidadão. Conquanto, a problemática não tem sido repulsado diante dos desafios para combater a depressão no Brasil, dificultando, dessa forma, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se analise da dificuldade governamental na saúde a atender essa questão psicológica e o isolamento social que aumenta o risco da relação entre jovens .

Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater a depressão. Nesse sentido, a falta de acesso para acompanhamentos de psicólogo na população é devido o investimento e a falta de profissionais que são ausentes na comunidade. Essa conjuntura , segundo as ideias do filósofo contratualista John Locke, configura-se como violação do "contrato social" , já que o Estado não cumpre sua função de garantir aos cidadãos que desfrutem de direitos indispensáveis , como a saúde , o que infelizmente é evidente no Brasil.

Ademais , é fundamental apontar o isolamento social entre jovens como o impulsionador da depressão no Brasil. Segundo Aristóteles , a lição que nos proporciona é de que viver coletivamente é a única chance de sermos humanos. Diante de tal exposto , a tecnologia atual permite ficar em casa conectado com o mundo lá fora, mas a exposição excessiva em redes sociais, vídeos e as famosas “lives” pode dar lugar a depressão. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a pendurar.

Depreende- se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que a Organização Mundial da Saúde, por intermédio da internet, seminários , palestras , cursos , investir em mais profissionais da área para poder tratar da população diante desse problema. A fim de melhorar a saúde mental de todos para um bom convívio.
#49367
A Constituição Federal de 1988, o documento mais importante do país, prevê em seu artigo 6, o direito á saúde como inerente a todo cidadão. Conquanto, a problemática não tem sido repulsado diante dos desafios para combater a depressão no Brasil, dificultando, dessa forma, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se analise da dificuldade governamental na saúde a atender essa questão psicológica e o isolamento social que aumenta o risco da relação entre jovens .

Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater a depressão. Nesse sentido, a falta de acesso para acompanhamentos de psicólogo na população é devido o investimento e a falta de profissionais que são ausentes na comunidade. Essa conjuntura , segundo as ideias do filósofo contratualista John Locke, configura-se como violação do "contrato social" , já que o Estado não cumpre sua função de garantir aos cidadãos que desfrutem de direitos indispensáveis , como a saúde , o que infelizmente é evidente no Brasil.

Ademais , é fundamental apontar o isolamento social entre jovens como o impulsionador da depressão no Brasil. Segundo Aristóteles , a lição que nos proporciona é de que viver coletivamente é a única chance de sermos humanos. Diante de tal exposto , a tecnologia atual permite ficar em casa conectado com o mundo lá fora, mas a exposição excessiva em redes sociais, vídeos e as famosas “lives” pode dar lugar a depressão. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a pendurar.

Depreende- se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que a Organização Mundial da Saúde, por intermédio da internet, seminários , palestras , cursos , investir em mais profissionais da área para poder tratar da população diante desse problema. A fim de melhorar a saúde mental de todos para um bom convívio.[/quote]

Uma vez que inicia-se um diálogo sobre o SU[…]

Vivemos numa atualidade em que o conceito de se &[…]

Segundo a música Admiram gado novo do canto[…]

O excesso de lixo no Brasil

Boa tarde, Juliana2020 você pode corrigir[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM