Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#54266
" Que maravilha seria se ninguém precisasse esperar um único momento para melhora o mundo". Essa era a visão de vida perfeita idealizada por Anne Frank, ao escrever o seu diário em Amsterdãm, pouco antes do final da Segunda guerra mundial. No contexto atual, porém, os desafios para combater o capacitismo, revela um distanciamento desse cenário dos sonhos. Isso Deve à instabilidade instatal ligada à omissão da sociedade.

Em primeira análise, sob a ótica sociológica, observa-se que a falta de atitude do governo têm estreita relação com o agravamento dos casos do capacetismos. Tal fato pode se comprovado por meio da última pesquisa realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e estatística) que informou que cerca de 67% de Brasileiros que possui algum tipo de deficiência seja ela física, visual, intelectual, auditiva mental, múltipla ou surdocegueira apenas 1% está inserido no mercado de trabalho, segundo a lei de cotas criada em 1991 garante que 5% dos deficientes deveriam ter um emprego.

Ademais, é possível afirmar que a omissão da sociedade está intimamente ligada ao aumento dos casos de capacitismo no Brasil. Sendo assim e notório destacar que a falta de infraestrutura nas empresas e escola, para a contratação e estudos dos indivíduos que possui qualquer tipo de deficiência, além disso ambos esses lugares não tem sustentação e nem suporte adequado para esse deficiententes trasitares nesses lugares que são cheios de empecilhos.

Infere-se, portanto, que a falta de atitude do governo é a omissão da sociedade são os principais vetores no desafio para combater o capacitismo no Brasil. A fim de mística esse problema é imperativo que o Ministério da educação em conjunto com o Ministério do trabalho promova uma série de paletras e debates para a inclusão dos deficientes na sociedade, além disso capacitar profissionais para treina indivíduos que tem deficiência para ser inseridos no mercado de trabalho.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Bebidas alcoólicas fazem parte do grupo de […]

Analfabetismo Total e Funcional

De acordo com a Constituição Federal[…]

Educação no Brasil

É notório, que a implantaç&at[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM