Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Por Luiz0121
#50360
Segundo o economista alemão Klaus Schweb, o mundo caminha rumo à uma quarta revolução industrial, que, por meio de suas inovações e tecnologias disruptivas, promete mudar a forma como as pessoas costumam viver, se relacionar e trabalhar atualmente. Frente à essa perspectiva, de um mundo onde as tecnologias e suas ferramentas digitais têm um impacto ainda mais intenso no que se diz respeito às questões relativas ao desenvolvimento e ao convívio social, se acentua a problemática do analfabetismo digital, infuso em meio à sociedade brasileira. É notório, em decorrência das desigualdades socioeconômicas, que muitos são privados do acesso à tecnologia, enquanto muitos outros que o possuem, fazem mal uso das ferramentas tecnológicas, por não saberem usá-las adequadamente. É certo que medidas precisam ser tomadas para que a problemática possa, ao menos, ser amenizada.

Em primeiro plano, é digno de nota o impacto das disparidades socioeconômicas que agravam a presente problemática. Dados divulgados pelo IBGE, no final do ano de 2020, apontam o Brasil como o nono país mais desigual do mundo. Amparado por tão alarmante estatística, não é de se espantar que boa parcela da população fique à margem das realidades digitais e tecnológicas. Por conseguinte, tem-se uma nação onde o desenvolvimento é estagnado, em virtude do nível de preparo e educação do povo para com o mundo digital.

Outrossim, é pertinente ressaltar a realidade da educação brasileira, que não acompanha os passos largos dados pela tecnologia e suas inovações. Já dizia G. K. Chesterton, escritor inglês, que uma nação que possui apenas divertimentos, não se divertirá por muito tempo, logo, o país onde a tecnologia é vista por muitos apenas como uma forma de recreação, e onde a população não é educada para usá-la adequadamente, certamente não estará preparado para acompanhar o progresso do resto do mundo.

Portanto, frente à tais perspectivas, medidas interventivas se fazem necessárias para se combater o analfabetismo digital. O Estado, por meio do Ministério da Educação, deve investir em educação digital ainda na infância, as crianças precisam passar a enxergar a tecnologia como algo mais que um simples passatempo. Além disso, é louvável o investimento em projetos sociais ou políticas públicas, que levem a realidade digital até áreas onde ela não se faz presente, e que revelem à população os caminhos do bom uso das ferramentas tecnológicas, fazendo das pessoas verdadeiros cidadãos digitais. Destarte, é pelas vias da inclusão e da educação que a problemática do analfabetismo digital poderá ser, no mínimo, amenizada, e assim a nação poderá preparar-se para um futuro promissor, que promete ainda mais tecnologia.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Por Isis01
#50849
Na parte da conclusão, em que você cita que "... Na infância, as crianças ..." falta um ponto final, pois o seu período está muito grande e cansativo.
Na introdução, a expressão "ao menos" é um juízo de valor, ou seja, você como autor está emitindo a sua opinião, além de ser um traço da oralidade. Portanto, evite essa expressão.
Sua escrita é excepcional!
Parabéns
#50895
Segundo o economista alemão Klaus Schweb, o mundo caminha rumo à uma quarta revolução industrial, que, por meio de suas inovações e tecnologias disruptivas, promete mudar a forma como as pessoas costumam viver, se relacionar e trabalhar atualmente. Frente à essa perspectiva, de um mundo onde as tecnologias e suas ferramentas digitais têm um impacto ainda mais intenso no que se diz respeito às questões relativas ao desenvolvimento e ao convívio social, se acentua a problemática do analfabetismo digital, infuso em meio à sociedade brasileira. É notório, em decorrência das desigualdades socioeconômicas, que muitos são privados do acesso à tecnologia, enquanto muitos outros que o possuem, fazem mau uso das ferramentas tecnológicas, por não saberem usá-las adequadamente. [faltou conectivo] É certo que medidas precisam ser tomadas para que a problemática possa, ao menos, ser amenizada.
* Sua introdução está muito grande, tem que respeitar a estética da redação, os parágrafos maiores são os desenvolvimentos

Em primeiro plano, é digno de nota o impacto das disparidades socioeconômicas que agravam a presente problemática. [faltou conectivo] Dados divulgados pelo IBGE, no final do ano de 2020, apontam o Brasil como o nono país mais desigual do mundo. [faltou conectivo] Amparado por tão alarmante estatística, não é de se espantar que boa parcela da população fique à margem das realidades digitais e tecnológicas. Por conseguinte, tem-se uma nação onde o desenvolvimento é estagnado, em virtude do nível de preparo e educação do povo para com o mundo digital.

Outrossim, é pertinente ressaltar a realidade da educação brasileira, que não acompanha os passos largos dados pela tecnologia e suas inovações. [faltou conectivo] Já dizia G. K. Chesterton, escritor inglês, que uma nação que possui apenas divertimentos, não se divertirá por muito tempo, [deveria ter inserido ponto final e iniciado sua argumentação > logo, o país onde a tecnologia é vista por muitos apenas como uma forma de recreação, e onde a população não é educada para usá-la adequadamente, certamente não estará preparado para acompanhar o progresso do resto do mundo. [faltou arrematação]

Portanto, frente à tais perspectivas, medidas interventivas se fazem necessárias para se combater o analfabetismo digital. [faltou conectivo] O Estado, por meio do Ministério da Educação, deve investir em educação digital ainda na infância, as crianças precisam passar a enxergar a tecnologia como algo mais que um simples passatempo [faltou finalidade e detalhamento]. Além disso, é louvável o investimento em projetos sociais ou políticas públicas, que levem a realidade digital até áreas onde ela não se faz presente, e que revelem à população os caminhos do bom uso das ferramentas tecnológicas, fazendo das pessoas verdadeiros cidadãos digitais. Destarte, é pelas vias da inclusão e da educação que a problemática do analfabetismo digital poderá ser, no mínimo, amenizada, e assim a nação poderá preparar-se para um futuro promissor, que promete ainda mais tecnologia.
* Precisa organizar suas ideias na estrutura: agente + ação + meio + finalidade + detalhamento
* Apresentou várias ações incompletas

O preconceito é algo constante no dia a dia[…]

@medlover @Costa2020 @Felipe082 @RafaNaBase @Nicol[…]

As doenças mentais alcançaram elevad[…]

Segundo a Organização Mundial da Sa&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM