#63835
No contexto histórico brasileiro, a hierarquia de desenvolvimento econômico nas regiões do Brasil sempre estiveram presentes, como exemplo, o projeto político chamado de “ Café com Leite”, que apesar de não existir mais, continua evidente a continuidade hierárquica de desenvolvimento territorial brasileiro. Nesta perspectiva, as disparidades de riquezas regionais se prevalecerão se não haver politicas que contrapõe essa hierarquia. Deste modo, sendo necessário debater acerca deste desafio de romper com este projeto hierárquico e suas causas e consequências.

Em primeiro lugar, o poder político é forte no Brasil, sendo que decisões políticas decidiram que a região Sudeste seria a primeira região a se desenvolver economicamente, e em seguida o Sul, Centro-oeste, Norte e Nordeste. Assim, mostrando a falta de liberdade econômica e de recursos aos últimos colocados do projeto hierárquico brasileiro. Desse modo, evidencia-se que às desigualdades regionais é uma agenda política do país.

Enquanto os três primeiro colocados da hierarquia de desenvolvimento econômico regional, evoluem mais rapidamente com infraestrutura de transporte, escolar, de saúde, segurança, etc. Os últimos colocados crescem lentamente, devido ao baixo orçamento federal, sendo assim, não havendo o mínimo de desenvolvimento para sobreviver, como água tratada em algumas localidades das regiões Norte e Nordeste.

Tendo em vista os aspectos observados, as desigualdades socio-econômico nas regiões do Brasil, é a causa de um projeto político em que prevalecerão a hierarquia de desenvolvimento regional. Assim, portanto, para romper com esse desafio de hierarquização, o Governo federal deve dividir o orçamento federal de acordo com a população das regiões do país, para que possa articular projetos de infraestruturas de qualidade em proporcão de pessoas. Deste modo, no longo prazo, as desigualdades regionais se reduzirá e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) aumentará, além do lucro de captação de tributos do governo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

A constituição Federal de 1988,docum[…]

No Brasil, cerca de 14 (quatorze) milhões d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM