• Avatar do usuário
#71794
No que concerne o artigo 170 da Constituição Federal brasileira de 1988,prevê em seu único parágrafo, o direito ao exercício de qualquer atividade econômica, independentemente de autorização de órgãos públicos, conquanto tal prerrogativa não tem se reversado com ênfase na prática, quando se observa a constante negociação organizacional entre o trabalho em grupo e em equipe, dificultando, deste modo a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se imperiosa análise dos fatores que favorecem esse quadro.
Nesse sentido, parafraseando o filósofo inglês Bertrand Russell, o progresso é indubitável, porém, a mudança é questionável. Dessa forma, conquanto o advento da Quarta Revolução Industrial tenha se concretizado, as precárias condições socias, sobretudo, no que tange às relações trabalhistas, a primazia da acumulação lucrativa em detrimento do bem-estar coletivo agrava a problemática referente ao quadro corporativo atual.
Ademais, conforme o pensamento de Kant, o progresso de uma nação está intrinsicamente ligado à autonomia social dos cidadãos que a compõem. O Brasil é um país que vem crescendo, principalmente nas últimas décadas. Essa crescente evolução traz uma tendência trabalhadora ao povo, que, por querer acompanhar o desenvolvimento, busca, cada vez mais, melhores empregos e salários, a fim de viver melhor. Observa-se, nesse contexto, como o trabalho ganhou um valor de dignificação, já que, hoje, o fato de ter um emprego gera condições para uma boa vida.
Portanto, é imperativo elucidar que a Constituição Federal de 1988, mediante a Consolidação das Leis de Trabalho(CLT), garante a integridade dos trabalhadores como um direito inalienável a todos os cidadãos. Embora, se observe esse grande desenvolvimento nos direitos trabalhistas, muitos defeitos permanecem. Pois, segundo Romain Rolland "Nada está feito enquanto resta alguma coisa para fazer".
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

LeighTeabing JoaoPedro72 Higorvaz EuDavil[…]

JoaoPedro72 Higorvaz geoca obrigada pelas co[…]

Pessoal, podem me ajudar corrigindo e pontuando? A[…]

Aqui está a minha análise da sua red[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM