Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
Por johngabriel
#42023
Conhecida como “Cidadã” por ter sido concebida no processo de redemocratização, a Constituição Federal foi proclamada em 1988 com a promessa de assegurar o direito de todos os brasileiros, inclusive o direito à segurança. Visto isso, percebe-se uma falha no princípio da isonomia, pois a mortalidade de crianças e jovens é um problema que ainda persiste no Brasil. Desse forma, urge que medidas sejam tomadas para minimizar a questão da perca de vida precoce de adolescentes no país, que é motivada pelos inúmeros acidentes envolvendo automóveis e pelo recorrente preconceito racial.

Deve-se, destacar de início os problemas de trânsito como um dos complicadores do obstáculo. Nesse sentido, segundo Rousseau na obra "Contrato Social", cabe ao Estado proporcionar ações que certifiquem o bem estar da população. Nesse sentido, segundo dados recentes publicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), entre o principais motivos de óbito entre os jovens no território nacional enquadram-se os de veículos. Desse modo, exige-se a extrema necessidade de alterações nas leis vigentes com a extrema necessidade de resolver a problemática.

Ademais, vale ressaltar que a situação é sancionada pelo racismo na contemporaneidade. Divulgações atuais promulgadas por diferentes federações brasileiras chegaram a conclusão de que adolescentes e crianças negras possuem maior probabilidade de sofrerem homicídio do que as brancas, e isso se deve principalmente a fatores culturais e econômicos. Logo, é preciso uma intervenção para que essa inaceitável questão seja modificada com o intuito de alcançar a uniformidade esperada pela sociedade.

Portanto, é evidente que a recorrente morte de jovens no Brasil configura-se como uma objeção que precisa ser resolvida. Diante disso, é necessário que o Governo Federal em parceria com o Ministério da Educação promovam campanhas eficazes que possam levar esses dados a população, por meio de mídias de massa. Nesse sentido, o objetivo da iniciativa é alertar a população acerca das políticas de trânsito e de raça. Somente assim essa questão será minimizada no país.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Avatar do usuário
Por Ashiley
#42751
@johngabriel

Erros
Correção dos erros
Comentários
Os 5 elementos
Outras observações

Introdução
Conhecida como “Cidadã” por ter sido concebida no processo de redemocratização, a Constituição Federal foi proclamada em 1988 com a promessa de assegurar o direito de todos os brasileiros, inclusive o direito à segurança. Visto isso, percebe-se uma falha no princípio da isonomia, pois a mortalidade de crianças e jovens é um problema que ainda persiste no Brasil. Desse forma, urge que medidas sejam tomadas para minimizar a questão da perca perda de vida precoce de adolescentes no país, que é motivada pelos inúmeros acidentes envolvendo automóveis e pelo recorrente preconceito racial.
:arrow: Boa introdução. Não vi problemas aparentes!

Desenvolvimento 1
Deve-se, destacar de início os problemas de trânsito como um dos complicadores do obstáculo. Nesse sentido, segundo Rousseau na obra "Contrato Social", cabe ao Estado proporcionar ações que certifiquem o bem estar da população. Nesse sentido, segundo dados recentes publicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), entre o principais motivos de óbito entre os jovens no território nacional enquadram-se os de veículos. Desse modo, exige-se a extrema necessidade de alterações nas leis vigentes com a extrema necessidade de resolver a problemática.
:arrow: Você usou dois repertórios, mas apenas um bastava. O repertório de Rousseau não foi bem explorado e nem os dados, sua argumentação deixou a desejar!

Desenvolvimento 2
Ademais, vale ressaltar que a situação é sancionada pelo racismo na contemporaneidade. Divulgações atuais promulgadas por diferentes federações brasileiras chegaram a conclusão de que adolescentes e crianças negras possuem maior probabilidade de sofrerem homicídio do que as brancas, e isso se deve principalmente a fatores culturais e econômicos. Logo, é preciso uma intervenção para que essa inaceitável questão seja modificada com o intuito de alcançar a uniformidade esperada pela sociedade.
:arrow: Senti uma certa falta de uma maior legitimidade dessas divulgações que você usou como repertório e além disso, sua argumentação está um pouco rasa.

Conclusão
Portanto, é evidente que a recorrente morte de jovens no Brasil configura-se como uma objeção que precisa ser resolvida. Diante disso, é necessário que o Governo Federal em parceria com o Ministério da Educação (agente) promovam campanhas eficazes que possam levar esses dados a população (ação), por meio de mídias de massa (meio/modo). Nesse sentido, o objetivo da iniciativa é alertar a população acerca das políticas de trânsito e de raça (efeito/finalidade). Somente assim essa questão será minimizada no país.
:arrow: Sua proposta de intervenção está incompleta, pois falta o detalhamento. 160 na C5!

Seu texto está bom, mas no geral você peca em todas as competências. Só que na C2, vou considerar 200, pois o repertório da introdução a meu ver foi produtivo e só basta um ser para alcançar o nível 5 nessa competência. Bons estudos!

Título: inovação, pesquisa e […]

No cenário social vigente, o preconceito li[…]

GlendaMorais Muitíssimo obrigadaa ❣ […]

No livro Lolita, por Vladimir Nabakov, narra-se a […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM