• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#66118
A Declaração Universal dos Direitos Humanos prevê que todos os seres humanos nasçam livres e iguais em dignidade e direitos. Porém, muitas vezes, esses direitos não são garantidos aos homossexuais. Nessa perspectiva, vale ressaltar que o preconceito enraizado e a inexistência de um órgão constitucional são os principais causas de ainda existir esse problema na sociedade brasileira.

A princípio, é importante destacar que a intolerância de grande parcela da população do Brasil contra a comunidade LGBTQIA+ vêm de grupos religiosos e conservadores. Nesse sentido, o cristianismo impôs um padrão de relações a ser seguido, de modo que qualquer conduta homoafetiva — atração entre pessoas do mesmo sexo — é considerado contrário aos costumes tradicionais. Desse modo, a instituição de um modelo comportamental cria uma bolha completamente preconceituosa e excludente, o que contribui para a permanência do preconceito contra homossexuais.

Ademais, vale ressaltar que a ausência de estruturas governamentais para o suporte de vítimas que sofreram homofobia corrobora com a ameaça da segurança desses indivíduos. De acordo com o GGB, um homossexual é morto a cada 28 horas no país por conta da homofobia (assassinatos e suicídios) e cerca de 70% dos casos dos assassinatos de pessoas LGBTQIA+ ficam impunes. Dessa forma, o indivíduo que sofre o preconceito não tem suporte estatal ou recursos rápidos para recorrer, de modo que o agressor sai ileso e continua ofendendo outras pessoas.

Em suma, observa-se a necessidade de medidas eficazes para que haja igualdade de direitos entre quaisquer habitante brasileiro. Sendo assim, para solucionar o problema, é necessário que o Tribunal de justiça, um dos órgãos máximos do poder judiciário do Brasil, em parceria com o poder legislativo criar delegacias específicas para lidar com casos de homofobia, por meio da instalação de postos policiais para o amparo de vítimas e da criação de uma linha telefônica para o contato instantâneo em casos de violência. Além disso, é dever das escolas abordar temas que auxiliam na desconstrução do preconceito desde a infância. Só assim, será possível ter na prática o que a Declaração Universal dos Direitos Humanos institui.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#66551
@aparecida123,
Sua introdução está muito boa, segui a diretriz do Enem, bem contextualizada e amarrada ao tema. Acho que só faltou evidenciar mais seu ponto de vista sobre o tema, sua permissão ,o que, de fato, vc acha sobre isso, bom ou ruim.
Porque foi feito uma interdisciplinaridade com a Declaração, no outo período contextualizado, ou seja, uma ligação entre a prática e a teoria e ,em seguida foi colocado a tese. Mas onde está o que vc acha, entendeu? Isso é cobrado na competência 3.

Desenvolvimento I
Não percebi a interdisciplinaridade, na minha percepção, vc baseou-se em todo o instante, nesse parágrafo, em suas opiniões. Competência II.

Desenvolvimento II

O único problema desse período é na competência 3, não percebi autoria.
Exemplo:


Em segundo lugar, vale salientar como o controle de dados pela internet ( tese )vai de encontro à concepção do indivíduo pós-moderno defesa de um ponto de vista. Isso porque, de acordo com o filósofo pós-estruturalista Stuart-Hall, o sujeito inserido na pós-modernidade é dotado de múltiplas identidades. Sendo assim, as preferências e ideias das pessoas estão em constante interação, o que pode ser limitado pela prévia seleção de informações, comerciais, produtos, entre outros. Por fim, seria negligente não notar como a tentativa de tais algoritmos de criar universos culturais adequados a um gosto de seu usuário criam uma falsa sensação de livre arbítrio e tolhe os múltiplos interesses e identidades que um sujeito poderia assumir Autoria.
#66555
Dante escreveu:@aparecida123,
Sua introdução está muito boa, segui a diretriz do Enem, bem contextualizada e amarrada ao tema. Acho que só faltou evidenciar mais seu ponto de vista sobre o tema, sua permissão ,o que, de fato, vc acha sobre isso, bom ou ruim.
Porque foi feito uma interdisciplinaridade com a Declaração, no outo período contextualizado, ou seja, uma ligação entre a prática e a teoria e ,em seguida foi colocado a tese. Mas onde está o que vc acha, entendeu? Isso é cobrado na competência 3.

Desenvolvimento I
Não percebi a interdisciplinaridade, na minha percepção, vc baseou-se em todo o instante, nesse parágrafo, em suas opiniões. Competência II.

Desenvolvimento II

O único problema desse período é na competência 3, não percebi autoria.
Exemplo:


Em segundo lugar, vale salientar como o controle de dados pela internet ( tese )vai de encontro à concepção do indivíduo pós-moderno defesa de um ponto de vista. Isso porque, de acordo com o filósofo pós-estruturalista Stuart-Hall, o sujeito inserido na pós-modernidade é dotado de múltiplas identidades. Sendo assim, as preferências e ideias das pessoas estão em constante interação, o que pode ser limitado pela prévia seleção de informações, comerciais, produtos, entre outros. Por fim, seria negligente não notar como a tentativa de tais algoritmos de criar universos culturais adequados a um gosto de seu usuário criam uma falsa sensação de livre arbítrio e tolhe os múltiplos interesses e identidades que um sujeito poderia assumir Autoria.
obrigado ❤

Ashiley , jherodrigues , eurodrigo , Dant[…]

No Brasil, apesar dos avanços promovidos pe[…]

Muitas pessoas hoje em dia usam a tecnologia ao se[…]

No Brasil, apesar dos avanços promovidos pe[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM