• Avatar do usuário
#73742
A Revolução Técnico-Científica-Informacional ocorreu após a Segunda Guerra Mundial e proporcionou o surgimento e desenvolvimento de altas tecnologias, inclusive os telefones celulares. Os smartphones fazem parte da vida da maioria dos indivíduos da sociedade contemporânea e contribui para a praticidade das ações. Entretanto, na mesma maneira que esses aparelhos podem ser benéficos ao ser humano, eles podem acarretar problemas, como a dependência digital. Nesse panorama, não só o distanciamento interpessoal, como também o uso irrestrito desses aparatos, contribui para a cristalização dessa problemática.
Em uma primeira análise, é necessário refletir acerca do distanciamento interpessoal. Isso porque, na atualidade, impera-se o individualismo, fato esse que ocasiona o afastamento dos indivíduos e formação de relações sociais frágeis e superficiais. Em decorrência disso, os sujeitos procuram refúgio nos celulares, utilizando-os irrestritamente, principalmente nas redes sociais, para satisfazer a necessidade de laços afetivos, perpetuando, assim, a dependência digital.
Além disso, em segundo plano, essa relação de submissão entre o ser humano e os aparelhos podem acarretar problemas de ordem psicológica. A nomofobia, medo irracional de ficar sem poder desfrutar dos dispositivos móveis, vêm crescendo na sociedade brasileira. Segundo o relatório Estado de Serviços Móveis, os habitantes do Brasil passam mais de 3 horas diárias em frente as telas dos celulares, média a qual coloca o país em 5° lugar no ranking global do tempo que esses aparelhos são utilizados. Esse fato denota o quanto os celulares estão presentes no dia a dia, caracterizando a dependência digital que, consequentemente, torna as pessoas mais suscetíveis às doenças, como a nomofobia.
Torna-se evidente, portanto, que o distanciamento interpessoal e o uso irrestrito desses aparatos contribuem para a dependência digital. Dessa forma, é imprescindível que as redes midiáticas promovam — por meio de propagandas informativas e debates — campanhas que conscientizem os usuários dos celulares acerca dos riscos que esses aparelhos apresentam para a integridade psicológica dos indivíduos, a fim de que a sociedade civil faça o uso produtivo e o melhor possível desses aparatos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

No filme Maze Runner é retratado um mundo p[…]

https://projetoredacaonota1000.com.br/tendencias-e[…]

Se vocês puderem corrigir minha redaç[…]

Padrão de beleza

Gi69 poderia corrigir por favor ? Obrigada Em[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM