Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#47310
A constituição federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 5°, o direito a liberdade como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa a intolerância religiosa no Brasil, dificultando, deste modo, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.
Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de atenção do Estado para com a implementação de medidas de combate à intolerância religiosa. Nesse sentido, cabe destacar os diversos tipos de violência que os praticantes de religiões menos usuais no Brasil enfrentam diariamente, por exemplo, a associação dessas religiões à maus adjetivos e a exclusão gerada pelo julgamento preconceituoso da sociedade que os cerca. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo contratualista John Locke, configura-se como uma violação do “contrato social”, já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos indispensáveis, como a liberdade de expressão, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais, é fundamental apontar o preconceito como um dos principais agravantes da intolerância religiosa no Brasil. Segundo um estudo de realizado pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, denúncias de intolerância religiosa aumentaram em 59% no ano de 2019 em relação ao ano anterior. Diante de tal exposto é visível que a cada dia que passa a sociedade brasileira retrocede no que se diz respeito a respeitar a liberdade de expressão de indivíduos que diferem de suas preferências pessoais. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.
Compreende-se portanto, a necessidade de combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o Governo Federal, juntamente com o Ministério da Cidadania, promovam palestras com a participação de líderes de religiões afetadas pela intolerância com o intuito de conscientizar a população acerca da problemática da intolerância religiosa no país. Assim, se consolidará uma sociedade mais próspera para todos, onde o Estado desempenha corretamente seu "contrato social", tal como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#47379
Sua redação tem uma boa estrutura, bons repertórios, poucos desvios e uma argumentação boa. Só busque usar mais sinônimos, evite a repetição maciça das mesmas palavras ou expressões . Não consegui identificar o meio e detalhamento da proposta, por isso a pontuação baixa.
No geral sua redação está ótima, nada que um pouco mais de prática não ajude. Bons estudos ;)
#47415
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 5°, o direito a liberdade como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa a intolerância religiosa no Brasil, dificultando [evite gerúndio], deste modo, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.
* Acredito que a introdução está no caminho certo

Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de atenção do Estado para com a implementação < ficou um pouco estranho, acho melhor usar outras palavras] de medidas de combate à intolerância religiosa. Nesse sentido, cabe destacar os diversos tipos de violência que os praticantes de religiões menos usuais no Brasil enfrentam diariamente, por exemplo, a associação dessas religiões à maus adjetivos e a exclusão gerada pelo julgamento preconceituoso da sociedade que os cerca. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo contratualista John Locke, configura-se como uma violação do “contrato social”, já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos indispensáveis, como a liberdade de expressão, o que infelizmente é evidente no país.
* Creio que o repertório tinha que vim antes da argumentação

Ademais, é fundamental apontar o preconceito como um dos principais agravantes da intolerância religiosa no Brasil. Segundo um estudo de realizado pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, denúncias de intolerância religiosa aumentaram em 59% no ano de 2019 em relação ao ano anterior. Diante de tal exposto, [vírgula] é visível que a cada dia que passa a sociedade brasileira retrocede no que se diz respeito a respeitar a liberdade de expressão de indivíduos que diferem de suas preferências pessoais. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.
* Pouca argumentação nesse parágrafo

Compreende-se, [vírgula] portanto, a necessidade de combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o Governo Federal, juntamente com o Ministério da Cidadania, promovam palestras com a participação de líderes de religiões afetadas pela intolerância, [vírgula] com o intuito de conscientizar a população acerca da problemática da intolerância religiosa no país. Assim, se consolidará uma sociedade mais próspera para todos, onde o Estado desempenha corretamente seu "contrato social", tal como afirma John Locke.
* Não identifiquei o meio/modo e o detalhamento da intervenção
* Conscientização é considerado algo ineficaz, deveria ter trago uma solução mais técnica junto


Espero ter ajudado! ;)

Geralcinoj , obrigadaaa pelas instruç&oti[…]

joanavitoria Geralcinoj jherodrigues Bre[…]

A revolta da vacina, 1904, foi um manifesto de est[…]

A Leitura, está se tornando um aspecto fund[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM