Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#48923
Segundo o ativista, Mahatma Gandhi, deve-se projetar a diferença que se quer ver no mundo. Pode-se, então, observar que há muito a ser feito, sobretudo quantos novos modelos familiares dentro do Brasil, que ainda enfrentam dificuldades do reconhecimento de sua importância. Por isso, torna-se necessário debater sobre a negligência governamental e a estagnação da mentalidade coletiva.

Em primeiro lugar, é importante debater sobre a negligência estatal. Nesse prisma, o pensador Confúcio apresentou que os frutos não são o mal da lavoura, mas sim, seu lavrador. De forma similar, o estado como lavrador da sociedade, deve reconhecer outros moldes familiares, contudo, dentro do artigo 226 da Constituição Federal, ressalta apenas o modelo "pai, mãe e filhos", excluindo demais formações como por exemplo, "avó, avô e neto". Isso acaba por retirar o empoderamento dessas minorias.

Além disso, a inércia do pensamento coletivo é um agravador. Nesse sentido, o contexto da Revolução Industrial do século XIX promoveu mudanças abruptas na estrutura familiar, em que mães iniciaram longas jornadas se trabalho. No entanto, esse cenário transformador não foi o suficiente para fortalecer estruturas minoritárias, visto que o tradicionalismo não foi rompido e mantém-se até hoje. Sendo assim, quem está no poder, no caso, a família tradicional, quer manter-se nele ao invés de repartir sua importância igualmente, o que caracteriza egoísmo exacerbado.

Portanto, pode-se inferir a necessidade de mitigar a problemática. Para tal cenário, cabe ao estado rever, alterar e divulgar uma nova versão do artigo 226 da Constituição, por meio de consultas populares entre diversos tipos de família, com o fim de reconhecer a importância dessa diversidade dentro da sociedade brasileira. Tal ação deve conter um texto mais universalizado para garantir o direito e importância de todas elas. Dessa forma, o ideal de Gandhi poderá prosseguir dentro desse âmbito.


Proposta: https://app.estuda.com/redacao/id-10466 ... rasileiras
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Os Impactos das Doenças Mentais no Brasil […]

Modernidade líquida

Segundo o sociólogo Zygmunt Bauman, a socie[…]

O discurso de ódio não é um […]

A contemporaneidade, marcada por avanços na[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM