Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#42845
De acordo com o sociólogo Karl Marx, o trabalho é a atividade sobre a qual o ser humano emprega sua força para produzir meios para o seu sustento, entretanto, no Brasil, uma grande parcela dos jovens têm dificuldades de se inserir no mercado de trabalho e consequentemente não tem fundos para produzir seu sustento, além de não conseguirem experiência nesse meio e acabam passando por dificuldades. Essa problemática é um dos grandes desafios da população jovem no nosso país.
A geração Y é sem dúvidas, a geração mais despreparada emocionalmente para os desafios da vida, as redes sociais contribuem severamente para isso. Os jovens estão cada vez mais desanimados, além de passarem por situações conturbadas e ficarem frustados nos estudos, com pressão dos pais, da família, também passam por situações até piores na área de trabalho, onde, a maioria das empresas e lojas não se adequam a emprega-lós, para as mesmas o jovem não tem importância, e quando são contratados não são aptos a exercerem funções importantes, apenas imprimem e organizam papéis, logo, não ganham a experiência e responsabilidade necessária que um futuro emprego irá lhe obrigar a ter.
Ainda convém lembrar que, segundo o núcleo Brasileiro de estágios, após 2 anos de formados, apenas 33% dos estudantes conseguiram emprego na área que se formaram, até os jovens com diploma na mão estão com dificuldades em conseguir trabalho. Com a vinda da pandemia as expectativas do jovem caíram ainda mais, Segundo o IBGE, no segundo trimestre de 2020, a taxa de desemprego da população de 18 a 24 anos foi de 29,7%. Contudo, os efebos não são bem orientados em relação ao mercado trabalhista, não sabem como agir perante o primeiro emprego, esse fato também tem que ser analisado.
Portanto, em virtude do que foi mencionado, a mocidade deve ter mais oportunidades, as ofertas para os mesmos estão baixa, é fundamental que o jovem consiga um emprego que o habilite para o mercado trabalhista. O MEC em corroboração com o Ministério do trabalho devem criar projetos, cursos de capacitação do jovem para seu primeiro emprego, as escolas devem ensinar os efebos a lidarem com o trabalho, promovendo simulações de situações trabalhistas e por fim o Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da educação devem criar palestras com psicólogos para que o efebo consiga controlar suas emoções a fim de quê consiga uma vida emocional plena e consequentemente lidar de forma tranquila com os desafios sob ele impostos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

No cenário social vigente, os desafios no c[…]

A doação de sangue é uma a&cc[…]

O descaso pela arte no Brasil

O descaso pela arte no Brasil é um tema pou[…]

Muito Obrigado pela ajuda 👏👏👏

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM