• Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Eviih
Quantidade de postagens
#63563
O documentário "meninas" de Sandra Werneck, introduz a vida cotidiana de quatro jovens entre 13 e 15 anos que apesar de apresentar histórias distintas se encontram em perspectivas semelhantes referente a baixa renda e terem os seus sonhos anulados Pela chegada de um filho. Tendo esses cenário prevalente nas camadas mais pobres da sociedade, é notórios as diversas dificuldades que uma gravidez precoce e muitas vezes indesejada pode causar na vida desses adolescentes e de suas famílias. Ademais, evidenciando também a perpetuidade relacionado a um ciclo de vulnedabilidade social.
A priori, é válido salientar que os índices de natalidade por gestantes jovens no Brasil sempre foram altíssimo e mesmo com uma queda nos ultimo anos os números continuão sendo alarmantes. Estima-se que por ano, de acordo com a Organização mundial da Saúde, 15% das gestações na América Latina e Caribe sejam de jovens com menos de 20 anos, e que só no Brasil 68,4 bebês nascem de mães adolescentes a Cada mil meninas de 15 a 19 anos. Além disso, a principal parte da população afetada acaba por ser os que sofrem com a desigualdade social, no qual garotas com menores condições socieconômicas e níveis educacionais baixos têm cinco vezes mais chances de engravidar do que as consideradas abastadas.
Por conseguinte, lidar com a uma grávidez precoce pode ser na maioria das vezes uma situação complicada não só para o adolescente, que majoritariamente opta pela evasão escolar devido assumir a responsabilidade da criação de um filho, como também para a família que mesmo com uma baixa renda tendem a arcar direta ou indiretamente com o auxílio dos pais de primeira viagem. Outrossim, como consequência dos fatores anteriores é o ciclo da perpétua pobreza vivido pelas famílias, que pela falta de capacitação causada pelo abandono acadêmico, não conquistam boas colocações no mercado de trabalho, retrocedendo o caminho da indigência.
Em síntese, medidas devem ser tomadas para suprimir os altos índices de gravidez na adolescência. Portanto, o Ministerio da Educação deve acrescentar na grade curricular aulas didáticas de educação e conscientização sobre o tópico, a fim de evitar o descuido e descaso em relação aos púberes à temática. Além disso, O Ministério da Saúde deve veicular, por meio de campanhas, como adquirir preservativos e contraceptivos de forma gratuita, com o intuito de sanar todas as dúvidas pendentes de uma vez. Somente assim, será realizável erradicar o alto valor do rol e garotas como no documentário "Meninas" poderão enfim seguir seus sonhos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Oiii amanhã faço minhas considera&cc[…]

jherodrigues , poderia dar uma olhada na minha re[…]

cassiahso , eu simplesmente AMEI sua corre&ccedi[…]

Ei Alice, Tudo bem? Vamos lá! Segundo[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM