Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#57016
Em sua canção, “Me lambe”, os Raimundos, retratam um homem com desejos sexuais por uma adolescente de 17 anos. Surpreendentemente ou não, a música fez muito sucesso na época, o que deixa evidente a ausência de consciência da sociedade sobre o assunto, que perpetua até hoje. O combate a banalização dos crimes sexuais em nosso país ainda continua um desafio, visto que o machismo está amplamente enraizado em nossa sociedade, sendo defendido muitas vezes por pessoas notórias. Essa realidade constitui um desafio a ser resolvido não somente pelos poderes governamentais, mas sim por toda a sociedade.
Primeiramente, é válido ressaltar que a falta de consciência social, ou seja, a ausência de compreender o que está a se fazer e as consequências que virão por meio disso, garante certa impunidade aos praticantes de crimes sexuais. Um exemplo bem notório, é o caso da Mariana Ferrer, em que até mesmo o juiz do caso culpa a vítima e inocenta o agressor. Como se não bastasse ser desrespeitada e estuprada, a vítima ainda é culpada por esse tipo de crime. Essa forma de pensamento, onde vítima é culpada e agressor inocente, garante que esses atos se perpetuem cada vez mais, por não serem repudiados. Dessa forma, medidas são necessárias para que a sociedade compreenda de uma vez que atos como esse não devem ser banais e que as vítimas merecem justiça.
Outro fator existente, é a sociedade machista, onde mulheres não recebem os mesmos salários que os homens e são discriminadas por tomarem certas atitudes, um exemplo é o de usar roupas curtas, exemplo esse que muitas vezes é utilizado para justificar assédios. Além disso, ocorreu recentemente um caso explicito de machismo. Durante seu programa, Danilo Gentili, disse que mulheres “feias” deveriam agradecer por serem estupradas. Falas como essa além de incentivar crimes sexuais, fazem parecer que esse tipo de atitude é uma gentileza que está se fazendo a outra pessoa, o que não é o caso. Em síntese, torna-se cada vez mais evidente a urgência de medidas sociais e governamentais, no combate a disseminação de atitudes machistas que tentam justificar crimes sexuais.
Em virtude do que foi mencionado, fica claro que nossa sociedade necessita de atitudes imediatas, em que: Estado e escola, devem se unir para agir e enfrentar esses desafios. O Estado, deve criar leis que defendam mais os direitos da mulher e que garantam a punição do agressor, para que a ideia de impunidade mediante esses crimes pare de se perpetuar. À escola, cabe iniciar discussões sobre o machismo e a igualdade de gênero, além de disponibilizar assistência psicológica aos alunos que de alguma forma se sentiram violados ou assediados. Dessa forma, mesmo que aos poucos, a banalização dos crimes sexuais em nosso país, será extinta.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

O conceito de saúde pública é[…]

No filme "O Poço",exibido pela Ne[…]

Ótima redação! Não vi […]

A constituição federal de 1988 ,docu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM