Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#48214
A Constituição Federal de 1988 -norma de maior hierarquia do sistema jurídico brasileiro- garante o acesso à segurança. no entanto, na atual realidade brasileira, não há o cumprimento dessa norma, principalmente no que diz respeito aos crimes cibernéticos. isso ocorre devido a forte influência da tecnologia nas relações interpessoais e a falta de proteção por parte das empresas produtoras.

É relevante abordar, primeiramente, que as redes cibernéticas estão diretamente ligadas ao cotidiano social. Nesse sentido, conforme o filósofo polonês, Zygmunt Bauman, a contemporaneidade está associada a uma era efêmera que, por muitas das vezes, os relacionamentos pessoais estão correlacionados à volatilidade. Sob tal ótica, a convivência torna-se algo prático, já que com um aparelho tecnológico, um indivíduo pode se conectar ao mundo e facilmente se desconectar dele. Dessa maneira, o crime cibernético é mais suscetível, pois a uma gama ilimitada de informações sujeita a invasões.

Outrossim, vale ressaltar a carência de programas de proteções aos crimes cibernéticos por parte de empresas fornecedoras. Nessa lógica, consoante o ideário marxiano, a economia determina a sociedade. seguindo essa linha de pensamento, grande parte das instituições produtores de aparatos tecnológicos visam o lucro acima da segurança e, por muita das ocasiões, desconsideram a instalação de aplicativos que possam reduzir as ameaças à privacidade. Logo, com a baixa segurança, motivada pela falta de apoio econômico das empresas fornecedoras, o combate a invasão tecnológica torna-se algo distante da realidade brasileira.

Depreende-se, portanto, que o crime cibernético é um entrave que precisa ser solucionado. Para que isso ocorra, o Ministério da Educação, em conjunto com o Ministério da Ciência e Tecnologia, deve propor a criação de um programa “Educação Digital”, por meio de um projeto de lei entregue à Câmara dos Deputados. Tal programa será lecionado em instituições públicas e empresas de grande fornecimento tecnológico, a fim de debater possíveis invasões cibernéticas, e assim, evitá-las. Dessa forma, os brasileiros verão o direito garantido pela Constituição como uma realidade próxima..
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#48254
A Constituição Federal de 1988 - norma de maior hierarquia do sistema jurídico brasileiro - garante o acesso à segurança. No entanto, na atual realidade brasileira, não há o cumprimento dessa norma, principalmente no que diz respeito aos crimes cibernéticos. [faltou conectivo] Isso ocorre devido a forte influência da tecnologia nas relações interpessoais e a falta de proteção por parte das empresas produtoras.

[inverter a posição > É relevante abordar, primeiramente, que as redes cibernéticas estão diretamente ligadas ao cotidiano social. Nesse sentido, conforme o filósofo polonês, Zygmunt Bauman, a contemporaneidade está associada a uma era efêmera que, por muitas das vezes, os relacionamentos pessoais estão correlacionados à volatilidade. Sob tal ótica, a convivência torna-se algo prático, já que com um aparelho tecnológico, um indivíduo pode se conectar ao mundo e facilmente se desconectar dele. Dessa maneira, o crime cibernético é mais suscetível, pois a uma gama ilimitada de informações sujeita a invasões.

Outrossim, vale ressaltar a carência de programas de proteções aos crimes cibernéticos por parte de empresas fornecedoras. Nessa lógica, consoante o ideário marxista, a economia determina a sociedade. [melhorar conectivo > Seguindo [evite gerúndio] essa linha de pensamento, grande parte das instituições produtoras de aparatos tecnológicos visam o lucro acima da segurança e, por muita das ocasiões, desconsideram a instalação de aplicativos que possam reduzir as ameaças à privacidade. Logo, com a baixa segurança, motivada pela falta de apoio econômico das empresas fornecedoras, o combate à invasão tecnológica torna-se algo distante da realidade brasileira.

Depreende-se, portanto, que o crime cibernético é um entrave que precisa ser solucionado. Para que isso ocorra, o Ministério da Educação, em conjunto com o Ministério da Ciência e Tecnologia, deve propor a criação de um programa “Educação Digital”, por meio de um projeto de lei entregue à Câmara dos Deputados. Tal programa será lecionado em instituições públicas e empresas de grande fornecimento tecnológico, a fim de debater possíveis invasões cibernéticas, e assim, evitá-las. Dessa forma, os brasileiros verão o direito garantido pela Constituição como uma realidade próxima.
* Acredito que intervenção está completa
* Tenho nada a falar da estrutura da redação, creio que está no caminho certo. Só precisa prestar mais atenção na parte gramatical


Espero ter ajudado! ;)

Nos dias atuais é visível a falta de[…]

Com base nos dados da OMS de 2017, mais de 300 mil[…]

A falta de empatia é uma das causas mais pr[…]

A constituição federal de 1988, docu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM