• Avatar do usuário
#65724
Segundo o filósofo contemporâneo Zygmunt Bauman, vivemos numa sociedade marcada pela liquidez nas relações pessoais. Paralelo a isso, é notável que o avanço tecnológico nos permitiu ter acesso a muitas informações em pouquíssimo tempo. Nesse sentido, nos tornamos em um corpo social definido pelo individualismo e busca exorbitante à perfeição, logo, há cada vez menos empatia entre as pessoas. Desse modo, o culto à aparência se tornou um problema mundial, visto que as mídias sociais e a indústria farmacêutica contribuem cotidianamente para esse dilema. Urge, portanto, a necessidade de se analisar essa questão.

Primeiramente, vale ressaltar que a atual pandemia levou muitas pessoas a passar mais tempo nas redes sociais. Nesse contexto, o número de usuários conectados no Instagram aumentou, contribuindo consequentemente, para o surgimento de influenciadores que pregam "a vida perfeita". Ademais, tal fato provocou um elevado grau de comparação entre as pessoas, causando problemas de autoestima e ansiedade à muitos brasileiros. Nesse viés, é nítido que a parcela mais pobre da sociedade é a que mais sofre com isso, já que não conseguem ajuda psicológica com facilidade.

Outrossim, a indústria farmacêutica se beneficiou muito com problemas de pessoas que não se sentem satisfeitas com a sua aparência. Desse modo, somos diariamente bombardeados de propagandas que prometem ser a solução das nossas imperfeições e que tal "pílula milagrosa" vai nos trazer a beleza desejada. Entretanto, quando uma pessoa adquire o produto e percebe que ainda se sente insatisfeita quanto à sua aparência, ela é novamente convencida por outra publicidade a comprar outro comprimido mais eficiente. Assim, a busca pela perfeição se torna em um ciclo que nunca é finalizado, contribuindo para o consumismo exagerado.

Diante dos fatos supracitados, faz-se necessário que o Governo, aliado à Mídia, crie projetos de conscientização e saúde mental, para que sejam veiculados à população através de comerciais na televisão e nas plataformas de mídias digitais. Além disso, o SUS deve promover o atendimento especializado às pessoas com problemas de baixa autoestima e ansiedade, mediante campanhas, para que a ajuda psicológica seja acessível a todos os brasileiros. Dessa forma, será possível reverter os problemas causados pelo culto à aparência no mundo contemporâneo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

vc escreve muito bem parabéns!! eu achei d[…]

O ABANDONO E A EVASÃO ESCOLAR NO BRASIL////[…]

jherodrigues quando tiver tempo se puder corrigir[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM