Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#49807
Muitos tem pouco e poucos tem muito

Segundo o artigo 3º da Constituição Federal do Brasil, constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais. Conquanto, a população se mostra distante da realidade prometida pela norma constitucional, haja vista que o Brasil segue sendo um país com investimentos governamentais insuficientes e com a falta de acesso a uma educação de qualidade, configurando assim, um país extremamente desigual no qual muitos tem pouco e poucos tem muito.

Diante desse cenário, é indubitável que a questão institucional e falta de sua aplicação estejam entre as causas do problema. Conforme Aristóteles, a poética deve ser utilizada de modo que, por meio da justiça, o equilíbrio seja alcançado na sociedade. De maneira análoga, é possível perceber que, no Brasil a desigualdade social rompe essa harmonia, pois, embora esteja previsto na Constituição Federal do Brasil que deve se ter como objetivo reduzir as desigualdades, o governo não segue essa cartilha, o mesmo muitas vezes faz um mau uso do dinheiro público, um exemplo disso é a existência de casos de corrupção e de lavagem de dinheiro, no qual o dinheiro que devia ser utilizado para garantir direitos da população e para o financiamento de serviços é desviado em esquemas políticos. Contribuindo assim, para o aumento da desigualdade social no país.

Além disso, o baixo nível educacional também é uma das causas da desigualdade social no Brasil. De acordo com o educador Paulo Freire, a educação sozinha não transforma a sociedade e sem ela, tampouco, a sociedade muda. Seguindo essa linha de pensamento, é evidente que sem uma educação de qualidade os cidadãos não se tornarão bem preparados para concorrer e assumir bons postos de trabalho, e assim, a desigualdade social irá crescer, criando uma sociedade cada vez mais desigual.

Infere-se, portanto, que o Brasil ainda é um país extremamente desigual e medidas precisam ser tomadas para combater a desigualdade social no Brasil. Cabe ao governo aprimorar politicas de combate ao desemprego por meio da geração de empregos, com realização de obras públicas, a fim de gerar renda para as famílias suprirem suas necessidades básicas. Ademais, cabe as Intuições Educacionais em parceria com o Estado promover cursos de capacitação, por meio de aulas didáticas com professores qualificados, a fim de aumentar o nível educacional da população. Dessa forma, os brasileiros verão o direito garantido pela Constituição como uma realidade próxima.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A constituição federal de 1988, docu[…]

O analfabetismo no Brasil

De acordo com o constitucional Federal, art.6 todo[…]

Evasão Escolar No Brasil

Policarpo Quaresma, protagonista do clássic[…]

Barão de Itararé um dos criadores do[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM