Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#53372
A série "13 Reasons Why", baseada no “best-seller” de Jay Asher, retrata o cotidiano da jovem Hannah Baker, que diante de diversos empecilhos em sua jornada e a exiguidade de empatia por parte da sociedade, comete suicídio. Fora da ficção, é nítido que, infelizmente, a realidade brasileira caracteriza-se com o mesmo impasse no que tange aos estigmas associados às doenças mentais, o que contribui para a existência de um cenário lastimável no país. Nesse sentido, é fulcral pontuar que isso deve-se não só a negligência estatal, mas também às falhas no sistema de ensino.
A princípio, é lícito salientar que o descaso governamental é um aspecto determinante para a persistência do revés. Nessa lógica, o filósofo Jean-Jacques Rousseau afirma que é dever do Estado promover o bem-estar social. Todavia, observa-se que a tese do erudito não está sendo aplicada na contemporaneidade. Isso, porque apesar de a saúde —tanto física, quanto cognitiva— ser um direito constitucional, os superintendentes não destinam verbas suficientes para o investimento em psicólogos e psiquiatras nas Unidades Básicas de Saúde, o que dificulta o pleno acesso a um tratamento especializado e de qualidade. Por conseguinte, essa postura inerte coopera para a permanência da estigmatização no tocante à temática.
Outrossim, é imperioso destacar a escassez de elucidação sobre patologias psíquicas nas escolas como um obstáculo para a resolução do óbice. Conforme o sociólogo Émile Durkheim, a instituição pedagógica tem um papel imprescindível na formação do senso crítico da coletividade. Contudo, percebe-se que a ideia do intelectual não vai ao encontro dos entraves vivenciados no contexto vigente, já que a insuficiência de palestras com especialistas no assunto que tenham o fito de informar os discentes sobre o que são anomalias psicológicas, o modo pelo qual se manifestam e a importância de se tratar de forma respeitosa os indivíduos que sofrem com tais distúrbios ratifica o oposto da máxima proposta pelo pensador, além de ocasionar a banalização de uma questão que afeta inúmeros sujeitos na atual conjuntura.
Portanto, urge que medidas sejam realizadas para alterar esse panorama. Para isso, o Ministério da Educação — órgão responsável pela prosperidade educacional do Brasil —, em conjunto com as prefeituras, devem promover oficinas didáticas, em colégios e universidades, por meio de profissionais que advirtam os alunos no que se refere às doenças mentais, com o cunho de reduzir os estigmas e proporcionar a compreensão aprofundada acerca da problemática. Assim, ademais de efetivar a cláusula constitucional, o caso de Hannah Baker poderá permanecer apenas no âmbito ficcional.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A Constituição Federal Brasileira de[…]

Valorização do SUS

Oi Mari,muito obrigada pelo comentário me a[…]

Atualmente, o mundo enfrenta uma pandemia, a qual […]

Crimes cibernético

Com o aumento tecnológico, a internet se to[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM