Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#51762
A cultura ideológica brasileira, tem como estereótipo, que pessoas bem sucedidas são aquelas que conseguem adquirir uma boa nota no processo seletivo do enem, na tentativa de efetivar uma boa inserção em faculdades de alto nível, ou seja, a felicidade esta na busca por um diploma. Nesse contexto, estudar durante três anos, com toda a pressão e ansiedade pela realização de uma prova e ainda após feita, se frustrar com os resultados obtidos. No qual, vem sendo resultado de diagnósticos de depressão e, por fim, suicídios entre os jovens de 17 e 18 anos, assim sendo, a faixa etária que põe fim ao ensino médio e início do ingresso em universidades.

Dia após dia, tem aumentado cada vez mais o número de suicídios entre os adolescentes, devido a grande pressão imposta pelos professores, pais e o sistema aos estudantes, de conseguir passar nas várias universidades mais concorridas do Brasil. Contudo, tem se tornado algo desgastante e mótono, pela espectativa de felicidade "perfeita" centralizada na conquista de uma independência financeira e emocional, quando não são alcançadas, os indivíduos entram em um complexo de tristeza e a ausência de novos objetivos.

Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. Com o intuito de diminuir o número de suicídios entre os jovens a partir da amenização da pressão exercida sobre eles perante o processo seletivo anual. Cabe ao ministério da saúde, disponibilizar profissionais responsáveis pela saúde mental dos indivíduos, pelos meios de comunicação de massa e de forma gratuita, para que os adolescentes tenham sessões de autoajuda. Diante disso, é dever do ministério da educação, promover formas alternativas para a inserção dos estudantes nas universidades, que não estimule a ansiedade de forma desgastante, por meio de entrevistas e análise de médias escolares ao fim do terceiro ano do ensino médio.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Há pouco mais de 520 anos, os nativos brasi[…]

Nos anos de 2005 a 2015 a taxa de assassinato de j[…]

Na novela "O Outro Lado do Paraíso&quo[…]

No documentário "Slenderman: pesadelo […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM