Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#47522
Uma das principais características sociais da Primeira Revolução Industrial é o êxodo rural, em que uma massa camponesa deslocou-se para os focos industriais em busca de novas condições de vida. Entretanto, devido a falta de unidades habitacionais, os migrantes alojavam-se em lugares precários. Similarmente, tal busca persiste na sociedade contemporânea, em que grupos carentes enfrentam desafios para obter dignas condições de moradia, produto da falta de planejamento estatal e especulações imobiliárias.

Em primeiro plano, as concentrações espaciais de produção, universitária e de pesquisa, como na região Sudeste e Sul, geram uma alta densidade demográfica. Deste modo, os focos de desenvolvimento industrial sem devido planejamento público, embora auxiliem na economia, somado a precariedade de sistemas públicos como de saneamento básico, acarreta graves problemas sociais como marginalizações, enchentes, trânsito e poluição. Assim, é necessário um planejamento urbano eficaz aonde alinhe o desenvolvimento econômico à perspectiva de vida.

Destarte, posto a maior concentração de habitantes em determinadas regiões, o preço de imóveis sofrem aumentos exponenciais. Tendo como exemplo os "centros" das cidades que tendem a ser mais caros, isto devido às especulações imobiliárias, que reúnem elites sociais encarecendo e concentrando os serviços locais. Deste modo, há como produto a segregação socio-espacial, que marginaliza aqueles que não possuem condições de habitarem nestes espaços, sendo forçados a habitarem locais insalubres.

Em suma, para reverter esse impasse, o Ministério da Cidadania junto a empresas privadas habitacionais devem promover um planejamento urbano por meio da inserção de serviços públicos em regiões carentes, assim como construção de moradias. Ao passo que, o desenvolvimento das regiões marginalizadas desconcentrará os centros urbanos, diminuindo impasses como as especulações imobiliárias. Por analogia, reivindicando o direito a moradia do cidadão, o Brasil será uma sociedade mais justa e igualitária.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Na sociedade espartana, na Grécia Antiga, e[…]

XxDamastco Só segunda, marque-me

2020

É notório que estamos passando por m[…]

GlendaMorais , eu não sei o porquê[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM