Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#53492
O cantor Cazuza morreu novo, no auge de sua carreira, por apresentar a doença sexual Aids ( Síndrome da Imunodeficiência Adquirida ). Análoga ao Brasil, muitos brasileiros apresentam essa doença, apesar de todos os esforços. Logo, faz-se necessário uma análise, visto que a presença do preconceito e a ausência da educação sexual inferem na problemática.

De início , é válido ressaltar o quanto o preconceito contribui para o problema. Sendo assim, em um especial da novela “Malhação” , da Rede Globo, é retratada uma cena de preconceito a um jovem que apresenta o vírus HIV. Nesse viés, sendo um reflexo real da sociedade brasileira em relação às doenças sexuais, só expressa o quanto o preconceito e a discriminação coloca de lado essa parcela populacional. Como efeito, muitas pessoas se sentem excluídas e evitam ajuda, acreditando que isso trará algum tipo de humilhação social. Portanto, entende-se esse grande percalço.

Outrossim, a falta de educação sexual contribui para o desafio. Dessa forma, o Governo brasileiro havia criado a “Escola Sem Partido”, um projeto com intenção de não aplicar educação sexual e a questão de gênero nas escolas. A partir disso, o que entende-se é o risco que isso traz para os jovens , visto que sem esses meios eles não terão conhecimento sobre o risco de doenças sexuais , o que irá no futuro alavancar a taxa e o número de casos de infectados. Assim, compreende-se a gravidade da questão.

Em suma, soluções são necessárias. Ademais, cabe ao Ministério da Saúde criar um projeto político, por meio das mídias, no qual conscientize os jovens sobre os riscos da contração de doenças sexuais e sobre suas formas de tratamento. Essa ação terá a finalidade de mudar o quadro atual no setor da saúde e diminuir o número de casos de HIV/Aids. Em síntese, o caso de Cazuza não será um reflexo no Brasil atual.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#53554
Passado o enem, poderei "corrigir" algumas redações. Irei dar algumas opiniões sobre esta redação.

O cantor Cazuza morreu novo, no auge de sua carreira, por apresentar a doença sexual Aids ( Síndrome da Imunodeficiência Adquirida ). Análoga ao Brasil Análogo ao Brasil ATUAL, afinal o Cazuza já morreu no Brasil, muitos brasileiros apresentam essa doença, apesar de todos os esforços. Esforços de quem? Logo, faz-se necessário uma análise, visto que a presença do preconceito e a ausência da educação sexual inferem na problemática. Essa introdução está OK, mas, provavelmente por você estar se adaptando às 30 linhas, ficou um pouco 'direta' de mais, a contextualização não está tão forte.

De início , é válido ressaltar o quanto o preconceito contribui para o problema. Sendo assim, em um especial da novela “Malhação” , da Rede Globo, é retratada uma cena de preconceito a um jovem que apresenta o vírus HIV. Nesse viés, sendo um reflexo real da sociedade brasileira em relação às doenças sexuais, só expressa Me parece faltar algo aqui, como por exemplo,0 "a obra expressa" ou "o drama expressa" o quanto o preconceito e a discriminação coloca de lado essa parcela populacional. Como efeito, muitas pessoas se sentem excluídas e evitam ajuda, acreditando Diversos professores contra-indicam o uso de gerúndio que isso trará algum tipo de humilhação social. Portanto, entende-se esse grande percalço. Boa argumentação, a alusão parece um pouco vaga, mas nada relevante para um avaliador (que não é meu caso)

Outrossim, a falta de educação sexual contribui para o desafio. Dessa forma, o Governo brasileiro havia criado a “Escola Sem Partido”, Aqui há um erro conceitual, haja vista que não foi o governo que criou o escola sem partido, mas acho que isso não importaria para o corretor um projeto com intenção de não aplicar educação sexual e a questão de gênero nas escolas. A partir disso, o que entende-se repetição, seria melhor usar "nota-se" ou percebe-se" é o risco que isso traz para os jovens , visto que sem esses meios eles não terão conhecimento sobre o risco repetição de doenças sexuais , o que irá, no futuro, alavancar a taxa e o número de casos de infectados. Assim, compreende-se a gravidade da questão. Argumentação OK

Em suma, soluções são necessárias. Ademais, cabe ao Ministério da Saúde criar um projeto político, por meio das mídias, no qual conscientize os jovens sobre os riscos da contração de doenças sexuais e sobre suas formas de tratamento. Essa ação terá a finalidade de mudar o quadro atual no setor da saúde e diminuir o número de casos de HIV/Aids. Em síntese Achei esse conectivo um pouco estranho aqui, haja vista que você usou "em suma" já no ínicio do paragráfo, que tem basicamento o mesmo significado , o caso de Cazuza não será um reflexo no Brasil atual. Posso estar enganado, mas não encontrei o detalhamento

A redação está muito boa, mas como ainda está se adaptando nas 30 linhas, não ficou do mesmo nivél de diversas outras redações que você já enviou aqui. Espero ter ajudado em algo.
#53561
@GlendaMorais

O cantor Cazuza morreu novo, no auge de sua carreira, por apresentar a doença sexual Aids ( Síndrome da Imunodeficiência Adquirida ). Análoga ao Brasil, muitos brasileiros apresentam essa doença, apesar de todos os esforços (Que esforços?). Logo, faz-se necessário necessária uma análise, visto que a presença do preconceito e a ausência da educação sexual inferem na problemática.
Boa introdução.

De início , é válido ressaltar o quanto o preconceito contribui para o problema. Sendo assim, em um especial da novela “Malhação” , da Rede Globo, é retratada uma cena de preconceito a um jovem que apresenta o vírus HIV. Nesse viés, sendo um reflexo real da sociedade brasileira em relação às doenças sexuais, só expressa o quanto o preconceito e a discriminação coloca de lado essa parcela populacional. Como efeito, muitas pessoas se sentem excluídas e evitam ajuda, acreditando que isso trará algum tipo de humilhação social. Portanto, entende-se esse grande percalço.
Nada a falar, bom desenvolvimento.

Outrossim, a falta de educação sexual contribui para o desafio. Dessa forma, o Governo brasileiro havia criado a “Escola Sem Partido”, um projeto com intenção de não aplicar educação sexual e a questão de gênero nas escolas. A partir disso, o que entende-se é o risco que isso traz para os jovens , visto que sem esses meios eles não terão conhecimento sobre o risco de doenças sexuais , o que irá no futuro alavancar a taxa e o número de casos de infectados. Assim, compreende-se a gravidade da questão.
Digo o mesmo do parágrafo anterior, boa argumentação e organização, uso de conectivos e boa escolha de repertório.

Em suma, soluções são necessárias. Ademais, cabe ao Ministério da Saúde (agente) criar um projeto político (ação), por meio das mídias (meio/modo), no qual conscientize os jovens sobre os riscos da contração de doenças sexuais e sobre suas formas de tratamento (detalhamento). Essa ação terá a finalidade de mudar o quadro atual no setor da saúde e diminuir o número de casos de HIV/Aids (efeito/finalidade). Em síntese, o caso de Cazuza não será um reflexo no Brasil atual.
Proposta completa, porém não vi qual é a solução para o preconceito, você deve solucionar as duas causas apresentadas. Isso prejudica a C3!

Oii, boa tarde jherodrigues , Felipe082 . Podem[…]

A Extinção das Relaçõe[…]

Na série americana, "13 Reasons Why&qu[…]

Segundo a filósofa política alem&ati[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM