Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#58349
A igualdade de gêneros no Brasil em discussão no século XXI.

O filme "As Sufragistas" retrata a luta histórica pelo direito feminino ao voto na Inglaterra, fase que marcou a primeira onda do Movimento Feminista e influenciou manifestações no mundo todo, conferindo sufrágio no Brasil em 1932. Apesar das conquistas e contribuições ao longo de séculos, é notório que as mulheres ainda batalham para serem vistas na sociedade de forma digna, evidenciando a opressão contra elas, que são esteriotipadas como sexo frágil, além de sofrerem com o reconhecimento de seus valores no mercado de trabalho.

Segundo a feminista Simone de Beauvoir, "ninguém nasce mulher: torna-se mulher". Tal pensamento associa o gênero a uma construção social, onde lhes são impostos papéis de ação e comportamento. A percepção do corpo feminino, capaz de sangrar, gestar e amamentar, se tornou motivo para julgar excesso de sensibilidade física e emocional. Com isso, foi estruturada uma sociedade patriarcal que salienta a hierarquia masculina e vê as mulheres como frágeis e submissas a esse sistema, fazendo com que elas passassem a lutar para descontruir esses dogmas.

Ademais, percebe-se a influência do machismo nas esferas trabalhistas. De acordo com o IBGE, homens recebem salário 30% maior do que as mulheres no Brasil, mesmo que elas possuam maior nível de escolaridade do que eles. Dessa forma, tal desvalorização e discriminação moral não condiz com a igualdade de gênero e direitos estabelecidos no artigo 5 da Constituição Federal Brasileira, sendo preciso tomar medidas para reverter esses entraves.

Diante o exposto, é necessário que a mídia e as escolas ampliem as discussões sobre o tema através de palestras e reflexões para combater o sexismo e a formação de conceitos misóginos. Além disso, os sindicatos trabalhistas devem ter maior fiscalização nas empresas, somando recursos para avaliações profundas e punições a fim de garantir a equidade de direitos entre os gêneros.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

:D Segundo Paul Atson, co- fundador da Greenpeace […]

O isolamento social durante a pandemia de covid-19[…]

camis23 adorei a correção, concert[…]

No livro, "Os sete maridos de Evelyn Hugo&quo[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM