#80278
:D "O mais escandaloso dos escândalos é que nos habituamos-lhes." A afirmação, atribuída a filósofa francesa Simone de Beauvoir, pode ser facilmente aplicada a forma como as novas tecnologias influenciam em nossas relações afetivas, já que mais escandaloso que a ocorrência dessa problemática é o fato da população se habituar a essa realidade. Diante dessa perspectiva, cabe avaliar os fatores que favorecem esse quadro.
È preciso considerar, antes de tudo, a mentalidade coletiva. Segundo o conceito de normalização, de Michel Foucault, há na sociedade a repetição de comportamentos sem a devida reflexão critica dessa conduta. Nesse sentido, quando se analisa o impacto das novas tecnologias nas relações afetivas, verifica- se que a falta de deliberação minuciosa sobre o assunto em questão intensifica o revés, uma vez que quanto mais tempo passamos conectados a essas redes, menos nos conectamos de verdade com as pessoas, gerando diversos impactos em nossas relações interpessoais. Com isso, torna se imprescindível a discussão coletiva para atenuar o impasse.
Ademais, é fundamental apontar o grande vício que a maioria de nós desenvolveu em relação a essas tecnologias como impulsionador da dependência problemática existente em todo o mundo. Conforme o IBGE, a pesquisa feita em 2019 mostra que a porcentagem de pessoas com 10 anos ou mais de idade que acessam à Internet por meio de celular e de televisão é de 98,6%. Diante de tal exposto, podemos perceber que desde muito jovens a nova geração tem o acesso a esta informática, fazendo com que se habituem a isto e consequentemente aumentem o tempo que passam com ela, diminuindo a comunicação direta, duração e contato físico entre estes indivíduos, três coisas muito importantes para o estabelecimento de uma relação saudável, que quando em falta geram conflitos e muitas vezes o rompimento desta ligação.
È evidente, portanto, que há entraves para garantir a solidificação das relações, visando a construção de um mundo melhor. Dessa maneira, urge que a população, e ate mesmo o governo, por meio de campanhas, propagandas, movimentos, (entre outras formas de chamar atenção para a problemática), consigam alertar a todos que por mais que tenham em sua maioria, vantagens, o uso excessivo da tecnologia esta afetando diretamente e indiretamente a forma como estamos inseridos na sociedade e como nos relacionamos, com objetivo de ampliar nossa visão em relação a algo que nos habituamos a ignorar: o quão negativo o uso desses mecanismos tem sido para nossos vínculos. Conclui se, que, assim o mundo poderia superar os impactos causados pelo uso das novas tecnologias, e voltar a se relacionar não só “online”, mas também pessoalmente.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Anna1 xIsabellasz vingrid KarllaViit Pe[…]

se puderem corrigir essa redação, fi[…]

Parabéns amiga! :)

O quadro expressionista "O grito" do pin[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM