Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#46814
Na obra "Utopia" do escritor inglês Thomas More, é retratada uma sociedade perfeita, na qual o corpo social padroniza-se pela ausência de conflitos e problemas. No entanto, o que se observa na realidade contemporânea é o oposto do que o autor prega, uma vez que o ciberativismo pode conter lacunas, as quais dificultam a concretização dos planos de More. Diante dessa perspectiva, cabe avaliar os fatores que favorecem esse quadro.
Vale ressaltar, de início, o aumento exponencial do uso incorreto do ciberativismo como causa do imbróglio. Visto que, com o avanço do ativismo digital que favorece a sociedade a lutar por seus direitos sem sair de casa, ocorre também, um comportamento irregular de alguns usuários no uso dessa ferramenta para benefício individual deixando a coletividade de lado e contribuindo para que deixe de ser um método eficaz na resolução das problemáticas da sociedade. Diante disso, faz-se mister a urgência na reformulação dessa postura.
Outrossim, deve-se pontuar que a persistência dessa situação deriva da baixa atuação dos setores governamentais no que concerne à criação de mecanismos que coíbam tais recorrências. Nesse viés, o sociólogo Friedrich Hegel defende a ideia que o Estado deve proteger seus "filhos". Em contraste com esse concepção, no Brasil não contém uma legislação específica e capaz de dispôr a total eficiência do ciberativismo com relação a maior alcance positivo da forma real de ativismo digital. Dessa forma, retarda a redução do empecilho contribuindo para a perpetuação desse quadro.
Assim, medidas exequíveis são necessárias para conter o avanço da problemática no país. Dessarte, com intuito de mitigar o negativo do ciberativismo, necessita-se, que o Poder Legislativo crie leis que promova aplicativos para a denúncia do uso irregular dessa ferramenta digital e ações publicitárias através da Mídia, para concientizar a importância da prática positiva, correta e coletiva no alcance e na luta pelos direitos visando o equilíbrio na sociedade. Desse modo, atenuar-se-à, em médio e longo prazo, o impacto nocivo do imbróglio, e a coletividade alcançará a Utopia de More.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Na obra “Utopia”, do escritor ingl&eci[…]

A constituição de 1988, documento ju[…]

No que se refere o estigma associado as doen&ccedi[…]

Atualmente, na sociedade em que estamos inseridos,[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM