#63608
A constituição federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 34° o direito a igualdade de direitos entre o trabalhador como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa o trabalho escravo, dificultando a universalização desse direito social.
Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater a escravidão. Nesse sentido as violações diversas como o trabalho forçado e o trabalho infantil entre outros. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo John Locke, configura-se como uma violação do "contrato social" já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos indispensáveis, como a igualdade de direitos entre os trabalhadores, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais, é fundamental apontar as "formas contemporâneas de escravidão" como impulsionador do trabalho escravo no Brasil. Segundo estimativas da Organização Internacional do Trabalho (OIT), no ano de 2012, cerca de 21 milhões de pessoas foram submetidas a trabalhos forçados. Diante de tal exposto metade delas eram mulheres e crianças. Logo é inadmissível que esse cenário continue a pendurar.
Depreende-se, por tanto, a necessidade de se combater esse obstáculo. Para isso é imprescindível que o Estado, por intermédio de divulgações da chamada "Lista Suja" - com isso qualquer trabalho escravo será denunciado - a fim de que os cidadãos sejam escutados e protegidos pela lei. Assim se consolidará uma sociedade mais igualitária em seus direitos trabalhistas.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Violência nos estádios de futebol

A origem da violência dentro das torcidas or[…]

jherodrigues , Deivid16 , Bom, em algumas parte[…]

Reflexos da tela preta

jherodrigues , simplesmente adorei sua corre&cced[…]

Sabe-se que, a inclusão é um tema re[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM