• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#74660
A série brasileira “Bom dia, Verônica” apresenta a violência da forma como deveria ser tratada pelas demais produções, errada e problemática. Fora da ficção, é muito comum encontrar mulheres que passam por esta situação. Desse modo, convém analisar os dois principais fatores que contribuem para esse panorama: o patriarcado e a ausência de políticas públicas efetivas.
A princípio, cabe observar a herança cultural presente no país. Ao longo da formação do território brasileiro as mulheres sempre executavam um papel de figurante, a sociedade pregava que o sexo feminino deveria ser submisso ao masculino. Por consequência, esse pensamento foi passado de geração em geração, e até os dias de hoje, é possível perceber essa hierarquia baseada em gênero. Dessa forma, muitos homens acreditam que podem destilar seu ódio fazendo o que bem entenderem com as mulheres de seu convívio, visto que, além dessa idéia enraizada no Brasil, há também o precário desenvolvimento envolvendo a eficácia de leis construídas para proteger as vítimas de frequentes ataques.
Diante desse cenário apresentado, é inegável que a falta de estratégias estatais passa a ser um dos motivadores da problemática. A prova deste fato está na taxa de mulheres que reportaram ter sofrido algum tipo de violência no país, que segundo o Instituto Datafolha foi de 27,4% no ano de 2019. Embora este índice pareça apresentar uma minoria, considera-se o fato de que muitas mulheres ainda não denunciam seus agressores pelo medo da possível consequência de seus atos. Assim, uma intervenção governamental se torna indispensável para a redução deste impasse.
Nessa perspectiva, verifica-se a necessidade de modificar esse panorama. Portanto, é preciso que o Estado - principal promotor da harmonia social - complemente cada uma das leis em vigor com políticas mais rígidas, além de acelerar drasticamente processos engavetados à espera de uma resolução. Isso deve ser feito por intermédio de cobranças ao poder judiciário e uma melhor fiscalização do legislativo, com o intuito de potencializar todos os processos já adquiridos e, desse modo, contribuir para a segurança das mulheres em relação ao temor da pessoa em que elas denunciaram. Outras medidas devem ser tomadas, porém, como considera Oscar Wilde "O primeiro passo é o mais importante na evolução de um homem ou nação.".
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#74661
#74676
Oi, @mariaalicec .
Pleno domingo, coincidentemente o dia em que eu estudo redação kk. Enfim, espero te ajudar com o que eu sei, lembrando que sou só um estudante.

• Introdução:

A série brasileira “Bom dia, Verônica” apresenta a violência da forma como deveria ser tratada pelas demais produções, errada e problemática. [A violência a qual você se refere é a violência contra a mulher ou qualquer tipo de violência? Fiquei curioso porque não vi a série. De qualquer forma, é uma boa alusão, mas seria ainda melhor se fosse especificamente a violência contra a mulher.] Fora da ficção, é muito comum encontrar mulheres que passam por esta situação. Desse modo, convém analisar os dois principais fatores que contribuem para esse panorama: o patriarcado e a ausência de políticas públicas efetivas.

Achei uma boa introdução, se erros de português, ao meu ver, e bem estruturada, com tese e argumentos. Boa!

• D1:

A princípio, cabe observar a herança cultural presente no país. [articulação com a introdução, mas faltou um conectivo pra introduzir o período seguinte.] Ao longo da formação do território brasileiro as mulheres sempre executavam um papel de figurante, a sociedade pregava que o sexo feminino deveria ser submisso ao masculino. Por consequência, esse pensamento foi passado de geração em geração, e[,] até os dias de hoje, é possível perceber essa hierarquia baseada em gênero. [ótima alusão histórica] Dessa forma, muitos homens acreditam que podem destilar seu ódio fazendo o que bem entenderem com as mulheres de seu convívio, visto que, além dessa idéia enraizada no Brasil, há também o precário desenvolvimento envolvendo a eficácia de leis construídas para proteger as vítimas de frequentes ataques. [Seu fechamento já é acompanhado do encaminhamento para o próximo argumento. Não sei se haveria necessidade, visto que você já fez isso na introdução. Pode deixar o texto redundante.]

No geral, bom parágrafo e ótima argumentação.

• D2:

Diante desse cenário apresentado, é inegável que a falta de estratégias estatais passa a ser um dos motivadores da problemática. [Como eu apontei, cuidado com a redundância, embora você não tenha repetido palavras.] A prova deste fato está na taxa de mulheres que reportaram ter sofrido algum tipo de violência no país, que[,] segundo o Instituto Datafolha[,] foi de 27,4% no ano de 2019. [Gosto muito da apresentação de dados.] Embora este índice pareça apresentar uma minoria, considera-se o fato de que muitas mulheres ainda não denunciam seus agressores pelo medo da possível consequência de seus atos. Assim, uma intervenção governamental se torna indispensável para a redução deste impasse. [Encaminhamento conclusivo, esse é de fato legal estar presente]

Enfim, bom parágrafo, mostrou projeto de texto, só cuidado com as vírgulas.

• Conclusão:

Nessa perspectiva, verifica-se a necessidade de modificar esse panorama. Portanto, é preciso que o Estado [agente] - principal promotor da harmonia social [detalhamento? - complemente cada uma das leis em vigor com políticas mais rígidas [ação] , além de acelerar drasticamente processos engavetados à espera de uma resolução [opa! Outra ação kk]. Isso deve ser feito por intermédio de cobranças ao poder judiciário e uma melhor fiscalização do legislativo [meio], com o intuito de potencializar todos os processos já adquiridos e, desse modo, contribuir para a segurança das mulheres em relação ao temor da pessoa em que elas denunciaram [finalidade]. Outras medidas devem ser tomadas, porém, como considera Oscar Wilde "O primeiro passo é o mais importante na evolução de um homem ou nação.".

Proposta muito completa. Boa! (Eu sou ruim nisso então ficou feliz real quando consigo identificar tudo, o seu ficou bem claro)

No geral, gostei demais da sua redação. Parabéns!

Ah, se puder (e quiser) dar uma olhadinha na minha redação, ficaria grato. Acabei de fazer uma sobre preconceito linguístico (inclusive tenho uma também sobre o seu tema kk). Espero ter ajudado de alguma forma!
#74678
Boa noite, @pierre064! Muito obrigada pela correção, fico muito feliz que você tenha gostado! Realmente, ficou redundante essas partes citadas, vou me atentar nas próximas vezes, e tbm estou errando muito em relação as vírgulas, vou estudar mais sobre kkkkk
Sim, a série fala sobre violência contra a mulher, principalmente a física, vale a pena ver, é uma história interessante
Eu não sou uma profissional no quesito corrigir redação mas darei uma olhada nas suas sim! Se eu errar alguma coisa, me avise por favor kkk
depois, se possível, teria como pontuar essa minha redação, pf? gostaria de saber mais ou menos quanto tiraria
e obrigada, mais uma vez! <3

Olá, Bia. A sua redação n&at[…]

eurodrigo anasilva1 Bia2201 3m1ly Gi6[…]

eurodrigo Obrigado pela avaliaçã[…]

oii, estou de volta pessoal!!! Gostaria que corrig[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM