• Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por letcezzar
Quantidade de postagens
#81979
A Constituição Federal de 1988, prevê em seu artigo 6°, o direito à educação para todo cidadão brasileiro. No entanto, a realidade em questão da crescente evasão escolar no país, vai de encontro com o documento jurídico e expõe uma grande falha na sociedade. Essa problemática se deve, principalmente, pela desigualdade social, e causa muitos impactos negativos na vida de jovens. Logo, fica exposto que o problema impede a evolução do povo em sua totalidade.

Em primeiro lugar, convém enfatizar a injustiça socioeconômica, o qual está entre as principais causas desse impasse. De acordo com o pensamento de Ariano Suassuna, escritor brasileiro, o Brasil está dilacerado em dois países distintos: o dos privilegiados e o dos despossuídos. Nesse sentido, a educação de qualidade só chega à aqueles com maior poder aquisitivo, deixando os mais pobres com um sistema de ensino ineficaz, e assim, os afastando das escolas. Por isso, torna-se evidente que a disparidade social agrava a crise na educação brasileira.

Em segundo lugar, ressalta-se que o abandono escolar traz muitas dificuldades para os jovens. Conforme dados expostos pelo CAGED - cadastro geral de empregados e desempregados - trabalhadores com menor escolaridade têm mais dificuldades para conseguir empregos. Ou seja, a evasão escolar impacta negativamente na vida profissional das pessoas. Portanto, fica claro que essa problemática corrompe a sociedade em diversas áreas de convívio social.

Em suma, é urgentemente necessário que haja uma intervenção diante dessa situação. Desse modo, as Secretarias Estaduais e Municipais devem realizar planos de recuperação, como investimento em novas abordagens pedagógicas, através de projetos políticos que ajudem a suprir as necessidades das escolas, para que assim, alunos aprendam de forma igualitária. Além disso, cabe ao Ministério da Educação investir mais em exames nacionais, como o Encceja, que viabilize a conclusão escolar para todos, e assim, a educação seja para todos, como previsto na Carta Magna.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

A constituição federal de 1988, prev[…]

Invisibilidade e registro civil

A despeito de todo progresso científico e h[…]

A despeito de todo progresso científico e h[…]

O caso da xenófoba no brasil

A xenofobia é um problema não so loc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM