• Avatar do usuário
#78547
"Se você ficar com fome, tem uma cerveja aberta na geladeira". A despeito de seu caráter lúdico, a frase proferida pelo personagem Barney Gumble, do seriado "Os Simpsons", ilustra um problema que está atrelado ao cenário brasileiro hodierno, o alcoolismo. Dessa forma, ora pela glamourização de bebidas alcoólicas pelos veículos midiáticos, ora pela negligência do estado no combate á dipsomania, é preciso rever o impasse, bem como propor caminhos para revertê-lo
Cabe pontuar, de início, que a glamourização do álcool pela mídia figura entre os principais propulsores do empecilho. Nesse sentido, em consonância à ideia defendida pelo filósofo Theodor Adorno, de que a mídia, como agente da indústria cultural, tem influência sobre as escolhas dos indivíduos, o panorama atual do Brasil mostra que os veículos de comunicação tem relação direta com uso massivo e indiscriminado de bebidas alcoólicas, uma vez que nas inúmeras campanhas publicitárias o álcool é abordado como única forma de promover prazer e bem estar, além de ser apontado como uma importante ferramenta de socialização. Com efeito, bebidas alcoólicas tem se tornado cada vez mais indispensáveis em eventos sociais, geralmente sem controle de seu uso.
Ademais, a negligência governamental no que tange a efetivação de leis também contribui para a ratificação do problema. Assim, cabe elencar que desde o ano de 2008 está em vigor um conjunto de normas, conhecidas popularmente como Lei Seca, que buscam diminuir os índices de acidentes que envolvem o uso de bebidas alcoólicas, tais medidas condenam o consumo e a venda de álcool em rodovias. Todavia, embora o número de vítimas fatais por acidentes de trânsito tenha diminuído cerca de 11% desde a criação da Lei Seca, como aponta dados do Ministério da Saúde, muitos episódios de embriaguez ainda passam por despercebido pelas autoridades, o que fortalece outros problemas sociais que podem ser consequência do abuso de álcool, como violência doméstica, assédio sexual e arruaça.
Por tudo isso, medidas são necessárias e urgentes. A fim de atenuar o poder persuasivo da mídia sobre o consumo de bebidas alcoólicas, cabe ao poder público - por intermédio do Ministério das Comunicações - coibir propagandas televisivas que incitam o consumo de álcool em horário nobre e durante o intervalo de programas infantis, além de tornar mais rígidas as leis que combatem o alcoolismo, como o aumento de pena para transgressores, proibição de venda de bebidas alcoólicas por bares em horários comerciais e nas proximidades de escolas e creche. Medidas como as apresentadas, contribuirão para o enfrentamento do alcoolismo no Brasil.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Título: Mais problemas O programa mais m&[…]

Jotaveh walace vanussa Isabelaassis

Como a arte pode ser inclusiva no Brasil? Ao menc[…]

Francis29 bibipadilha P300 VanessaSousa d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM