• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#77074
Na saga "Divergente", a protagonista Beatrice Prior, ao fazer 16 anos, assim como os demais membros da distópica Chicago, tem a difícil decisão de escolher de qual facção fará parte, e assim, como seguirá com sua vida. Semelhante à ficção, há dilemas relacionados a escolha profissional do jovem na contemporaneidade. Tal situação é configurada a partir da carência informacional, e da pressão exercida por parcela da população. Deste modo, esse revés deve ser solucionado.

Precipuamente, é fulcral apontar que a carência informacional sobre o mundo do trabalho, atua como impulsor da problemática. Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE), apenas 5% dos jovens tem certeza sobre qual carreira seguir. Isso ocorre, pois, muitas vezes o vestibulando só recebe instrução sobre o mundo profissional nos 3° anos do ensino médio. Por consequência sente-se inseguro e desnorteado perante tantas possibilidades.

Ademais, convém ressaltar que a decisão sobre o futuro profissional pode sofrer influência de diversos fatores externos como da família, amigos e da sociedade. Segundo dados obtidos em 2019 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), cerca de 56% dos alunos que ingressaram em uma universidade abandonaram ou trocaram de curso no meio da graduação. Isso ocorre, pois, ao fazer sua escolha a maioria dos estudantes opta por cursos socialmente mais bem vistos, como direito e medicina, que possuem maior retorno financeiro. Por conseguinte, ao perceber que o mais importante é sua vocação, o jovem acaba por abandonar o curso.

Depreende-se, portanto, a necessidade de atenuar os dilemas relacionados a escolha profissional. Para isso, é imprescindível que o Minísterio da educação (MEC), através das escolas, promova palestras e oficinas que visem informar sobre o mundo do trabalho, discutindo a temática de forma dinâmica e fornecendo testes de aptidão vocacional. Ademais, no que concerne a família, deve dialogar com o vestibulando sobre seus desejos e anseios, de modo a promover o autoconhecimento e desta forma, fomentar maior base para realizar tal decisão. Somente assim, atenuar-se-iam os dilemas em torno da opção de trabalho, indo de forma distinta ao retratado na saga "Divergente".
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#77363
Seu texto apresenta poucos desvios e a escrita é bem construída. Minha dica: utilize citações, exemplos ou analogia coringas na sua redação, pois os dados super específicos que tu utilizou na redação acima são ótimos, mas impossíveis de decorar e memorizar no dia do ENEM, visto que você não terá o conhecimento do tema, nem maneiras de pesquisar.

Olá, Bia. A sua redação n&at[…]

eurodrigo anasilva1 Bia2201 3m1ly Gi6[…]

eurodrigo Obrigado pela avaliaçã[…]

oii, estou de volta pessoal!!! Gostaria que corrig[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM