Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#37715
A Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, defende a manutenção do respeito entre os povos de uma mesma nação. No entanto, no cenário atual, observa-se justamente o contrário, quanto à questão dos desafios para radicar o preconceito linguístico no Brasil. Nesse contexto, percebe-se a configurar de um grave problema de contornos específicos, em virtude da falta de debate e de uma lacuna educativa.

Principalmente, é preciso salientar que o silenciamento é uma causa latente do problema. Segundo Foucault, na sociedade pós-moderna, muitos temas são silenciados para que estruturas de poder sejam mantidas.Diante disso, verifica-se uma lacuna em torno de debates sobre o preconceito linguístico, o que contribui com o aumento da falta de conhecimento da população sobre a questão, tornando sua resolução mais dificultada.

Em segundo plano, outra causa para o configuração do problema é uma base educacional lacunar. De acordo com o filósofo Kant, o ser humano é resultado da educação que teve. Sob essa lógica, se há um impasse social, há como base uma lacuna educacional. No que tange preconceito linguístico, verifica-se uma forte influência dessa causa, uma vez que a escola não tem cumprido seu papel no sentido de reverter e previnir o problema, visto que não tem trazido esses conteúdos para sala de aula.

Logo, medidas são necessárias para alterar esse cenário. Para que isso ocorra, o MEC juntamente com o Ministério da Cidadania devem desenvolver palestras em escolas, para alunos do ensino médio, por meio de entrevista com vítimas do problema, bom como especialistas no assunto. Tais palestras devem ser webconferenciadas nas redes sociais dos ministérios, com o objetivo de trazer mais lucidez sobre a inclusão social do deficiente físico e atingir um público maior. Ação iniciada no presente, é capaz de modificar o futuro de toda sociedade brasileira.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Atualmente, com o avanço do capitalismo, &e[…]

Depressão No Brasil.

No cenário social vigente, os caminhos para[…]

A homofobia no cenário escolar

A palavra homofobia significa a repulsa ou o preco[…]

Segundo o filósofo Sócrates, os erro[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM