Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#47196
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6°, o direito a emprego como inerente a todo cidadão brasileiro. No entanto, quando se observa a ineficiência de garantir a empregabilidade, no Brasil, hodiernamente, verifica-se que esse ideal constitucional é constatado na teoria e não desejavelmente na prática e a problemática persiste intrinsecamente ligada à realidade do país. Esse cenário antagônico é fruto tanto da falta de investimentos do governo quanto da imprudência corporativa pela substituição de mão de obra pelas máquinas. Diante disso, torna-se fundamental a discussão desses aspectos, a fim do pleno funcionamento da sociedade.

Mormente, é crucial pontuar que escassez de investimentos de capacitação profissional nas classes menos favorecidas deriva da baixa atuação dos setores governamentais, no que concerne à criação de mecanismo que coíbam tais recorrências. Segundo o pensador Thomas Hobbes, o Estado é responsável por garantir o bem-estar da
população, entretanto, isso não ocorre no Brasil. A título de exemplo, cabido à falta de ação das autoridades com a empregabilidade no país, evidentemente, a desigualdade social se expande causando a pobreza, tráfico de pessoas e perpetuação de práticas inadequadas que impulsionam tal crime, bem como roubos e outros agravos. Desse modo, faz-se mister a reformulação dessa postura estatal de forma urgente.

Ademais, é imperativo ressaltar a substituição de mão de obra por máquinas como promotor do problema. De acordo com, consoante o Sociólogo Alemão Dahrendorf no livro ‘’A Lei e a Ordem’’, a anomia é uma condição social onde em que as normas reguladoras do comportamento das pessoas perderam sua validade. De maneira análoga, a anomia assemelha-se ao atual cenário brasileiro, à medida que o drástico avanço das máquinas ocasiona a brusca caminhada da mão de obra se encontrar nas empresas e a depreciação desse corpo social caracteriza ao desemprego. Consequentemente, tudo isso retarda a resolução do empecilho, já que a substituição da mão de obra contribui.

Assim, medidas exequíveis são necessárias para conter o avanço da problemática na sociedade brasileira. Dessarte, com o intuito de mitigar o desemprego, necessita-se, que o Tribunal de Contas da União direcione capital para o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que será revertido em investimentos, por intermédio de debates, a fito de surgir mais oportunidades de emprego. Desse modo, urge que a sociedade e a mídia incentive por meio das atividades o jovem para garantir melhor empregabilidade, a fim de diminuir o tráfico e a desigualdade social no país. À vista disso, atenuar-se-á, em médio e longo prazo, o impacto nocivo dos desafios de garantir a dignidade de emprego e a coletividade alcançará a Constituição Federal do artigo 6°.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#47232
@Michelyn123, esse é um texto incrível!
Vou tentar corrigir sua redação, mas é só uma coisa ou outra :)

A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6°, o direito a emprego como inerente a todo cidadão brasileiro. No entanto, quando se observa a ineficiência de garantir a empregabilidade, no Brasil, hodiernamente, verifica-se que esse ideal constitucional é constatado na teoria e não desejavelmente na prática e a problemática persiste intrinsecamente ligada à realidade do país. Esse cenário antagônico é fruto tanto da falta de investimentos do governo quanto da imprudência corporativa pela substituição de mão de obra pelas máquinas. Diante disso, torna-se fundamental a discussão desses aspectos, a fim do pleno funcionamento da sociedade.

Mormente, é crucial pontuar que escassez de investimentos de capacitação profissional nas classes menos favorecidas deriva da baixa atuação dos setores governamentais, no que concerne à criação de mecanismo que coíbam tais recorrências. Segundo o pensador Thomas Hobbes, o Estado é responsável por garantir o bem-estar da população, entretanto, isso não ocorre no Brasil. A título de exemplo, cabido à falta de ação das autoridades com a empregabilidade no país, evidentemente, a desigualdade social se expande causando a pobreza, tráfico de pessoas e perpetuação de práticas inadequadas que impulsionam tal crime, bem como roubos e outros agravos. Desse modo, faz-se mister a reformulação dessa postura estatal de forma urgente.
---> Evite a repetição do "que" seguido como no final da frase.

Ademais, é imperativo ressaltar a substituição de mão de obra por máquinas como promotor do problema. De acordo com, consoante (1) o Sociólogo Alemão Dahrendorf no livro ‘’A Lei e a Ordem’’, a anomia é uma condição social onde(2) em que as normas reguladoras do comportamento das pessoas perderam sua validade. De maneira análoga, a anomia assemelha-se ao atual cenário brasileiro, à medida que o drástico avanço das máquinas ocasiona a brusca caminhada da mão de obra se encontrar nas empresas e a depreciação desse corpo social caracteriza ao desemprego. Consequentemente, tudo isso retarda a resolução do empecilho, já que a substituição da mão de obra contribui.
(1) "De acordo" tem o mesmo sentido de "consoante" , então não precisava da segunda palavra.
(2) "onde" é usado para lugar/local e não uma "condição". E novamente tem uma redundância, mas dessa vez de "onde" e "em que". Observe que se não houvesse o "onde" a frase estaria correta.
---> Todo o desenvolvimento de ideias está ótimo.


Assim, medidas exequíveis são necessárias para conter o avanço da problemática na sociedade brasileira. Dessarte, com o intuito de mitigar o desemprego, necessita-se, que o Tribunal de Contas da União (Agente) direcione capital para o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) (Ação), que será revertido em investimentos(Detalhamento), por intermédio de debates (Modo), a fito de surgir mais oportunidades de emprego(Finalidade). Desse modo, urge que a sociedade e a mídia incentive [,] por meio das atividades(Modo)[, (3)] o jovem (Ação) para garantir melhor empregabilidade (Finalidade), a fim de diminuir o tráfico e a desigualdade social no país(Detalhamento). À vista disso, atenuar-se-á, em médio e longo prazo, o impacto nocivo dos desafios de garantir a dignidade de emprego e a coletividade alcançará a Constituição Federal do artigo 6°.
(3) "por meio das atividades" está claramente deslocado entre o verbo e seu objeto, logo, precisa estar entre vírgulas.
---> Poderia ter descrito um pouco mais a ação de investimentos junto com a questão de debates, ficou um pouco superficial. A segunda proposta também tem o modo meio generalizado, quais seriam essas atividades? Por fim, ótima conclusão!


Então é isso ai :D

@GlendaMorais,você poderia corrigir minha re[…]

De acordo com a ABI (Associação Bras[…]

A constituição de 1988 documento jur[…]

@GlendaMorais,você poderia corrigir minha re[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM