Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#49994
Segundo o escritor brasileiro Rubem Alves, a educação pode representar asas ou gaiolas, uma vez que ou retraem a evolução intelectual dos alunos, ou fomentam a criticidade destes. Nesse sentido, compreende-se que uma pessoa abastada de informação e oportunidades, muitas vezes, possui dificuldades para situar-se no âmbito acadêmico, o que pode causar desinteresse e uma ,possível, evasão escolar. Logo, a liberdade de expressão, opinião e pensamentos, ainda é um desafio dentro do sistema educacional contemporâneo, visto que não há regulamentos que visam assegurar o direito de fala e de oposição de idéias emitidos tanto por professores, quanto por estudantes e servidores.
Nesse sentido, o filme “ Escritores da liberdade”, baseado em uma história real, retrata a criação, da professora Erin Gruwell, de uma nova metodologia de ensino em que seus alunos, pertencentes de uma situação socioeconômica precária, pudessem expressar, através de diários, seus sentimentos e contar suas histórias, o que despertou o interesse e o sucesso acadêmico dos jovens. Divergente a esse contexto, no Brasil contemporâneo, pode-se afirmar que algumas instituições de ensino disseminam preceitos que julgam serem verdades absolutas e, por vezes, estimula os juvenis a reprovarem opiniões opostas. Decorrente disso, contasta-se a ausência de pluralidade de ideias e a restrição de senso crítico no ambiente escolar, ocasionando a alienação dos estudantes.
Outrossim, vale-se ressaltar que a criação de projetos de Lei que limitam o debate sobre política nas escolar como o “Escola sem Partido”, sem dúvidas colabora para retrair e estagnar o conhecimento e o debate entre os infanto-juvenis, uma vez que os priva do direito à informação e os “enclausura” na ignorância. Dessa forma, percebe-se que caso tais, retrógrados, projetos sejam efetivados, lamentavelmente, a liberdade de expressão e o acesso a todo tipo de informação será desmantelado, de modo que os alunos careçam de habilidades críticas.
Portanto, para reverter esse contexto, as Secretarías de Educação e os Conselhos Educacionais dos Estados devem reforçar a necessidade da postura ética é responsável dos professores e servidores, por meio da disposição de agentes dos órgãos públicos as escolas públicas e privadas para que fomentem reuniões aos educadores sobre a importância do desenvolvimento plural e crítico dos alunos. Assim, a formação libertadora e a integralidade dos posicionamento dos alunos serão assegurados e a educação fortificada.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

NayraSantos marliac Juliana2020 EduardoP[…]

Inspirado nos relatos da professora norte-american[…]

Tabagismo

De acordo com o filósofo Ralph Waldo, &quo[…]

A constituição federal de 1988, docu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM