Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#53654
Promulgada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos garante a todos os cidadãos o direito à saúde, ao bem estar e à equidade constitucional. No entanto, o desdém governamental e a precariedade nos sistemas públicos de saúde impedem que os brasileiros, acometidos por transtornos mentais, usufruam das prerrogativas supracitadas. Nesse contexto, evidencia-se a necessidade de serem tomadas atitudes com o intuito de combater o estigma associado às doenças no Brasil. 
        Em primeiro lugar, é indubitável que a questão constitucional e a sua aplicação estejam entre as causas do problema. Segundo o filósofo Aristóteles, a política deve ser utilizada de modo que, por meio da justiça, o equilíbrio seja alcançado na sociedade. De maneira análoga, é possível perceber que, no Brasil, a falta de incentivos governamentais, no que concerne à garantia de projetos que debatam a respeito da saúde mental e, também,  possibilitem às pessoas o acesso à uma rede de apoio emocional gratuita, principalmente para a  camada socioeconomicamente vulnerável, rompe essa harmonia. Mediante dados divulgados pelo "Jornal El País", em 2020, o Brasil iniciou o enfrentamento da pandemia do vírus COVID-19 e, consequentemente, houve um aumento de 70% no índice de problemas psíquicos, no entanto, menos de 30% teve acesso terapêutico. Dado ao exposto, nota-se a relevância de políticas públicas, a fim de promover a equidade social. 
       Ademais, destaca-se a precariedade do sistema público de saúde como fatos impulsionador do problema. Nesse sentido, embora já tenham sido feitas ações sociais que enfatizem a relevância de uma estrutura inclusiva nos setores da saúde (com suporte à tratamentos psíquicos), a escassez de instituições eficazes que enxerguem a profundidade do imbróglio e que promovam, por meio de programas de acompanhamento psicológico, a execução incisiva dessa prática, ainda permeia o âmbito social. Em virtude disso, há o reflexo na sociedade, uma vez que depaupera o progresso do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número três, que se refere à promoção de saúde e bem-estar à nação e, com isso, haverá um aumento de cidadãos acometidos por enfermidades psicossomáticas e, por consequência, o número de suicídio, por exemplo, será deflagrado. Logo, tal fato representa um grave retrocesso para a população vigente. 
        Diante disso, portanto, percebe-se que ainda existem entraves para combater o estigma associado às doenças mentais no Brasil. Dessa forma, faz-se necessário que a ONU crie, por via de um processo seletivo, uma comissão com profissionais capacitados (médicos etc.), com o propósito de buscar, diante dos governantes, a construção de instituições eficazes, que valorizem a criação de programas de infraestrutura da saúde, com a finalidade de que as pessoas tenham acesso à tratamentos psicológicos (depressão, ansiedade etc.). Outrossim, a ONU deve investir, mediante verbas públicas, em projetos de capacitação de profissionais (psicólogos etc.), principalmente em áreas socioeconomicamente menos favorecidas, com o objetivo de realizar, em escolas e comunidade, o debate acerca da importância da saúde mental, bem como falar sobre as emoções e afins, assim como fazer acompanhamento psicológico.





Obs.: o número de linhas excedeu 30 linhas, pois foi digitado. Como minha letra é pequena, na folha impressa coube certinho, onde a introdução teve 5 linhas, 2 parágrafos de desenvolvimento com 8 linhas cada e conclusão com 9 linhas. 
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

O termo evasão escolar é o ato de ab[…]

Hoje em dia os brasileiros estão cada vez m[…]

Achei ótima a sua redação, mu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM